Cachorro foi esfaqueado por jovem em Vazante — Foto: Reprodução

Jovem que esfaqueou cachorro em Vazante (MG) é ouvido pela polícia; defesa alega uso de medicamentos

Um jovem de 19 anos, que foi flagrado esfaqueando um cachorro em um postos de combustíveis em Vazante, no Alto Paranaíba, estaria sob efeito de remédios e bebidas alcoólicas no momento do crime, segundo o advogado de defesa, Arnaldo Alves da Conceição.

Ele contou que o rapaz se apresentou à Polícia Civil na segunda-feira (1º) , prestou esclarecimentos sobre o caso e foi liberado.

O cachorro, que foi levado para atendimento no canil da Prefeitura, teve alta no início da semana e foi adotado.

Conforme o advogado Arnaldo Alves, documentos que comprovam que Adrian Mateus faz uso de medicamentos controlados foram entregues à Polícia Civil da cidade.

Ele detalhou que o rapaz faz tratamento para depressão e no dia do ocorrido, além dos remédios, ele havia ingerido bebida alcoólica em uma casa noturna da cidade e não se lembra do que aconteceu.

“Ele faz tratamento de depressão devido ao recente término de um relacionamento. Quando ele saiu, misturou o álcool com o remédio. Por isso, ele não se lembra de nada”, afirmou o advogado.

O G1 entrou em contato com a delegacia de Polícia Civil da cidade para saber sobre a investigação, mas as ligações não foram atendidas.

VÍDEO mostra homem esfaqueando cachorro em Vazante

Entenda

Um cachorro foi esfaqueado em um posto de combustíveis na Avenida Tancredo Neves, no Bairro Serra Dourada , em Vazante, Alto Paranaíba, neste sábado (29).

Imagens de uma câmera de monitoramento do estabelecimento mostram o momento em que o jovem cometeu o crime.

De acordo com a Policia Militar (PM), o funcionário do posto acionou a polícia após visualizar pela câmera o criminoso golpeando o animal. Nas imagens é possível ver o rapaz se aproximando do cachorro, que estava deitado no chão do estabelecimento, e dar uma facada em uma das patas dianteiras.

A PM contou que, além de agredir o animal, ele esfregou a mão no sangue que estava no chão, passou no rosto e ainda escreveu o nome dele em uma das bombas de combustível.

Quando os militares chegaram ao local, o rapaz já havia fugido. Ainda segundo os agentes, uma equipe foi enviada até a casa dele, mas ninguém foi encontrado.

O animal foi encaminhado até o canil da cidade, onde recebeu atendimento e encontrou um voluntário para adotá-lo.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.