Jovem resgata oito filhotes de cachorro abandonados em Ribeirão Preto, SP

Jovem resgata oito filhotes de cachorro abandonados em Ribeirão Preto, SP

A assistente administrativa Jaqueline Medeiros Braz, de 26 anos, viveu um dia de heroína e resgatou oito filhotes de cachorro abandonados em uma caixa, em Ribeirão Preto. O fato inusitado ocorreu no início desta semana, na manhã de segunda-feira, 18.

Jaqueline salvou os animais.

Jaqueline estava passando com sua moto quando encontrou a caixa com os animais em um terreno próximo à Rodovia Alexandre Balbo, na zona Oeste do município. Os pequenos estavam perto de um clube tradicional da cidade.

“Eu passava com a moto e vi uma caixa balançando com um rapaz perto. Em um primeiro momento, eu até pensei que seria um abandono mesmo de animal, mas não imaginaria que fossem oito. Por fim, aquele homem que viu também não sabia quem havia os deixado naquele local”.

A administradora decidiu levar todos para casa. “Na hora do encontro eu fiquei muito assustada. Comecei a chorar igual criança. Não é de hoje que venho fazendo algumas coisas assim, mas já fui mais ativa em questão de resgate de animais. Entretanto, por questões financeiras eu precisei diminuir”.

Após o encontro, Jaqueline alimentou, deu carinho e conforto aos animais. No mesmo dia do encontro inesperado, ela decidiu fazer uma publicação no Facebook para buscar um novo lar para os cachorrinhos.

“Felizmente, conseguimos doar sete filhotinhos até o momento. Foram muitos compartilhamentos na internet e com isso eu fiquei muito feliz. O último que falta deve ser doado ainda hoje [quarta-feira, 20]. É estranho, pois me apeguei a eles e me deu um certo aperto no coração na hora das entregas, mas estou feliz”.

Grande parte dos filhotes já foram doados para novos lares.

Abandono de animais é crime  

Segundo a constituição nacional, o abandono e maus tratos à animais é crime. A denúncia de é legitimada pelo Artigo 32, da Lei Federal 9.605 de 1998 e pelo Artigo 164 do Código Penal, que prevê o crime de abandono de animais para aqueles que introduzirem ou deixarem os seres vivos em propriedade alheia, sem o consentimento do dono.

A pena prevista pelo Art. 32 é de detenção de três meses a um ano e multa. Já para o artigo 164, a pena prevista é de detenção de 15 dias a seis meses, ou multa.

Por Pedro Gomes

Fonte: Revide

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.