Jovem salva bebê órfão de rinoceronte e animal acha que ela é sua mãe. União de amor e carinho!

Jovem salva bebê órfão de rinoceronte e animal acha que ela é sua mãe. União de amor e carinho!

O vínculo de animais e seres humanos, quando passam por experiências marcantes juntos, é incrível. Hoje contaremos a história de Jamie Traynor e Jamila, sua amiga rinoceronte.

As duas se conheceram de uma maneira inusitada, e no primeiro momento construíram uma união tão forte, que emociona qualquer um. Uma matéria do The Dodo contou um pouco mais sobre essas duas.

Jamie faz parte da Rhino Orphanage, uma ONG da África do Sul que se dedica à reabilitação de rinocerontes e outros animais selvagens. Ela foi uma das primeiras pessoas a tomar conta de Jamila, que foi resgatada com um mês de idade, após uma experiência traumática.

A pequena rinoceronte foi ferida tentando proteger sua mãe de caçadores. É costume desses animais permanecer com a mãe até os 3 anos, então, para Jamila, foi um grande trauma perdê-la tão cedo, especialmente porque os filhos de rinoceronte são muito carentes quando filhotes, e muito ligados às mães.

Quando ela foi levada para o santuário, sua segurança certamente aumentou, mas ao mesmo tempo ela não tinha mais uma companhia durante todo o tempo para brincar e se conectar. Foi aí que entrou Jamie, que cuidou do pequeno rinoceronte por muito tempo, dando-lhe conforto, leite e segurança. Por conta desse contato tão próximo, o animal passou a vê-la como sua mãe humana, com quem mantém um vínculo muito forte até os dias de hoje.

Mewie, uma gatinha que já fazia parte da ONG, também foi essencial para a adaptação de Jamila a essa nova vida. Embora a rinoceronte não tenha sido muito aberta no começo a essa relação, a gatinha não desistiu e o vínculo das duas se fortaleceu.

Direitos autorais: Reprodução Instagram /@j.traynor
Direitos autorais: Reprodução Instagram /@j.traynor

O felino, que também foi resgatado, sabia como era a experiência de recomeçar a vida em um novo lugar, então provavelmente sentiu que precisava oferecer conforto e carinho para sua companheira. Depois de um bom tempo de insistência, Mewie finalmente viu o seu esforço sendo recompensado quando a bebê rinoceronte lhe deu uma chance. Elas passavam muito tempo caminhando e correndo juntas, e não demorou muito para se tornarem melhores amigas, até mesmo se aconchegando uma na outra e tirando sonecas juntas.

Os planos são de que Jamila volte para a natureza quando ficar maior e for capaz de cuidar de si mesma; seus cuidadores estão confiantes de que ela se sairá bem sozinha e que pode até ser que Mewie queira se juntar a ela nessa jornada.

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @mewie_cat
Direitos autorais: Reprodução Instagram / @mewie_cat

Não é a primeira vez que os gatos e rinocerontes do orfanato fazem amizade. Essa é uma das provas mais verdadeiras de que amor e amizade são a mesma coisa em todos os mundos, independentemente das diferenças.

Jamie, que está cursando medicina veterinária, continua se relacionando com Jamila e muitos outros animais da ONG, e compartilhando em seu perfil no Instagram um pouco da rotina e do seu trabalho.

Direitos autorais: Reprodução Instagram /@j.traynor
Direitos autorais: Reprodução Instagram /@j.traynor

Essa história é mais uma das muitas espalhadas pelo mundo, que mostram o quanto os seres humanos e os animais podem ser amigos e companheiros de vida.

O que levou Jamila à ONG foi muito triste, mas felizmente ela foi acolhida pelas melhores pessoas possíveis, que se certificaram de que desde o princípio ela recebesse os melhores cuidados possíveis, para que voltasse para a natureza em segurança.

Desejamos que a rinoceronte tenha uma vida saudável e feliz, e que não se esqueça de que tem uma mãe e uma família humana que sempre se preocupam com o seu bem-estar.

Por Luiza Fletcher

Fonte: The Dodo via O Segredo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.