Jovem usa web para ajudar gatos e cães abandonados em universidade em Piracicaba, SP

Jovem usa web para ajudar gatos e cães abandonados em universidade em Piracicaba, SP

SP Piracicaba unimep 6 001Natália Benoti cursa publicidade e propaganda na Unimep, em Piracicaba. Ela arrecada ração e faz até ‘campanha de inverno’ para incentivar adoções.

Natália Benoti, de 21 anos, é aluna do curso de publicidade e propaganda da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep). Frequenta diariamente as aulas, mas foi fora das salas que adotou uma causa que tem chamado a atenção de outros estudantes e de pessoas também de fora da instituição de ensino.

Há três anos, ela se sensibilizou com o abandono de animais no campus e, com uma amiga, criou uma página no Facebook para tentar ajudar os cachorros e gatos. Desde então, ela usa a web para arrecadar doações e encontrar donos para os “peludinhos”.

Na página “Animais na Unimep”, ela afirma que a área da universidade é usada para o “descarte” dos animais. “Lá é muito frio e eles não merecem isso. Vamos nos unir, compartilhar, ajudar e adotar esses peludinhos”, cita Natália, no texto de apresentação. 

Apoio

A iniciativa ganhou destaque no site da própria Unimep, que divulgou a ação da estudante. A página foi criada em 2013 por uma amiga da universitária que se formou no ano passado.

Natália, que sempre ajudou, assumiu a responsabilidade do projeto. Ao todo, 21 cães e gatos já ganharam donos devido à iniciativa, que conta com o apoio de ONGs como a Sociedade Piracicabana de Proteção aos Animais (SPPA), informou.

Coleta de ração

SP Piracicaba unimep 4“No momento não estamos com cachorros por lá. Consegui doar todos. Mas temos três gatos adultos e quatro filhotes, que estão precisando de um lar”, disse Natália, que toda terça-feira promove arrecadação de ração dentro do campus.

“Funcionários, alunos e voluntários de fora ajudam, mas ainda é pouco. Como o campus é aberto e amplo, é bem difícil cuidar. É preciso ter um controle maior dos animais”, afirmou a universitária, que também promove uma campanha de inverno com objetivo de conseguir agasalhos, cobertores e casinhas.

“Mas faço questão de dizer: todos podem auxiliar com qualquer atitude do bem: ração, água, lar temporário, divulgação, adoção e muito amor”, disse.

Crime

Abandono de animal é considerado crime de acordo com o artigo 32 da lei federal nº 9.605 e artigo 164 do Código Penal. A pena para o infrator pode chegar a um ano de prisão, além do pagamento de multa.

SP Piracicaba natalia

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.