Jovens usam o próprio carro para resgatar coalas feridos nos incêndios da Austrália

Jovens usam o próprio carro para resgatar coalas feridos nos incêndios da Austrália

Dois jovens australianos resolveram usar o próprio carro para resgatar os coalas que estão sendo feridos nos incêndios florestais da Austrália. Um vídeo onde os dois colocam pelo menos seis coalas queimados no carro, na Ilha Kangaroo, viralizou na internet nos últimos dias.

“Fazendo um pequeno resgate de coala, apenas tentando coletar o máximo de seres vivos possíveis”, disse Micah Lovegrove, um dos jovens, nas imagens. 

Lovegrove é responsável pela organização de uma missão deresgate improvisado para salvar o maior número de coalas. O tio do jovem perdeu sua propriedade nos incêndios e o inspirou a começar salvar os animais e compartilhar esta campanha nas redes sociais. 

Após os resgates, o jovem entrega os bichinhos para um vizinho, que tem a permissão legal de cuidar de animais selvagens.

De acordo com a Universidade de Sydney cerca de meio bilhão de animais foram mortos nos incêndios florestais. Os cientistas acreditam que mais de 480 milhões de mamíferos, aves e répteis foram vítimas do fogo, os animais que mais sofrem com a tragédia são os coalas. 

Os especialistas explicam que o grande motivo  pela maior morte dos coalas é pela sua baixa capacidade de locomoção. Eles não são ágeis o suficientes para fugir do fogo. Outro fato é de que estes animais se alimentam de folhas de eucalipto o que faz deles altamente inflamáveis por conta do olho da planta.

O coordenador de recuperação de incêndios florestais do Departamento de Meio Ambiente, Brenton Grear, disse em comunicado que os coalas feridos devem ser tratados localmente e não levados para o continente, para evitar contaminação. Devido à magnitude dos incêndios na ilha, é muito cedo para saber quantos animais foram afetados, afirmou o comunicado de imprensa.

As queimadas já atravessaram mais de mil quilômetros da Ilha Kangaroo. Isso equivale a um terço do local. Uma grande parte do Parque Nacional Fliders Chase foi destruído. Os governos federal e sul-australiano anunciaram um pacote de financiamento de US $ 11 milhões, mais de de R$ 50 milhões, para os o combate às chamas e a Força de Defesa Australiana iniciou esforços de recuperação e socorro.

Por Ana Medonça, estagiária sob supervisão

Fonte: Estado de Minas

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.