Juiz condena dono de empresa de segurança e treinamento de cães a não ter animais

Juiz condena dono de empresa de segurança e treinamento de cães a não ter animais

Um homem do Condado de Orange, na Virgínia (EUA), foi condenado a perder a custódia de vários cães e não poderá mais ter a companhia de animais.

De acordo com um comunicado do Gabinete do Xerife do Condado de Orange, Shawn Michael Deehan compareceu no Tribunal Geral do Distrito do Condado de Orange para uma audiência no último dia 31.

A audiência foi para determinar a custódia de seus seis cachorros, que haviam sido apreendidos pela unidade de Controle Animal no dia 12 de março.

Esses animais foram apreendidos como parte de uma investigação de crueldade animal que resultou em uma busca de uma propriedade em Pannell Lane.

Deehan é o proprietário e operador da Global Dynamic Security and The Perfect Dog, uma instalação de treinamento canino.

Durante as buscas, 12 cães foram apreendidos de um único prédio.

Após várias horas de testemunho de deputados e um veterinário licenciado, o juiz emitiu a decisão de perda da custódia e companhia dos animais.

Os cães foram entregues ao Abrigo Animal do Condado de Orange.

O juiz também esclareceu que Deehan não poderá mais possuir cães para fins de treinamento.

Deehan tem o direito de apelar desta decisão.

Ele enfrenta uma acusação de crueldade animal e poderá receber acusações adicionais.

Tradução de Fátima C G Maciel 

Fonte: CBS19 NEWS (NEWS STAFF)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.