Juiz manda que 40 cães ‘de caça’ resgatados fiquem em lares temporários, em Campo Grande, MS

Juiz manda que 40 cães ‘de caça’ resgatados fiquem em lares temporários, em Campo Grande, MS
Animais estavam em fazenda e foram resgatados no dia 23 de setembro do ano passado. (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

Liminar ordenou que os 40 cães da raça foxhound americano – encontrados sujos e famintos em fazenda há um ano – fiquem em lares temporários, onde ganharam nome e acolhida.

O pedido à Justiça partiu da Sociedade de Proteção Animal Abrigo dos Bichos e foi deferido pelo juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande, Ariovaldo Nantes Corrêa.

“O medo que a ONG e as pessoas tinham é que acontecesse a remoção dos lares. Que os antigos proprietários tentassem pegar de volta. A liminar dá a garantia que não serão retirados dos lares temporários até o processo transitar em julgado”, afirma a advogada Alyne Louíse Borsato Pereira.

A ONG também pediu que os animais pudessem ser castrados, mas o juiz não autorizou por ser medida irreversível.

A lastimável situação dos animais foi descoberta em setembro do ano passado, quando um foxhound-americano, extremamente magro, surgiu em estrada vicinal, perto da MS-040. Hoje, o “sentinela” mora em lar temporário e ganhou o nome de Babão.

Na sequência, os cachorros foram resgatados de canil mantido numa fazenda na MS-040, em Campo Grande. Os bichos estavam amarrados, expostos ao calor, sem água ou alimentação adequada. Além disso, alguns deles estavam em um cubículo repleto de fezes.

No pedido à Justiça, a ONG detalhou que durante o resgate, os animais eram facilmente atraídos com vasilhas de ração, atacadas com voracidade e desespero, o que indicava a falta de comida por longo período.

O fazendeiro responsável pelos animais disse ter ficado surpreso ao ser informado sobre a situação de maus-tratos. Ele adestrava os cães para caça e vendia para todo o Brasil por valores entre R$ 500 e R$ 2 mil.

Confira a Galeria de Imagens:

Por Aline dos Santos

Fonte: Campo Grande News

Amarrados, sujos e sem comida, cães criados para caçar são recolhidos de canil na MS-040

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.