SP piraju abrigo piraju tv tem

Justiça determina que prefeitura de Piraju (SP) desative abrigo de animais

Ação judicial determinou que os 150 cães e gatos sejam transferidos. Novo abrigo deverá ser construído em 3 meses pela prefeitura, diz decisão.

Uma ação judicial da 2ª Vara Cível de Piraju determinou que os 150 animais do abrigo municipal do município fossem transferidos para outro local em um prazo de 30 dias. A decisão liminar foi determinada nesta sexta-feira (20) após a Associação Protetora dos Animais de Piraju (Aprapi) denunciar ao Ministério Público que a área estava com sujeira, mato alto e sem condições adequadas para os animais.

“Durante anos o local acumulou animais de forma improvisada e por, conta das péssimas condições de vida dos bichos, decidimos tomar a decisão e denunciar ao Ministério Público”, afirma o presidente da Aprapi, Diego dos Reis.

De acordo com a decisão, além de transferir os animais para outro local, a prefeitura também deve iniciar a construção de um canil dentro de três meses e a obra deve ser concluída em um período de nove meses.

Além disso, o Executivo deverá realizar campanhas de adoção todos os meses, o controle reprodutivo e a destinação de profissionais capacitados para o cuidado e tratamento desses animais. Em caso de descumprimento de qualquer uma dessas obrigações, a Justiça aplicará uma multa de R$ 500 por dia.

Em nota, o setor jurídico da prefeitura afirmou que o prazo será respeitado e que construirá um novo prédio para recolher os animais no bairro Monte Alegre, localizado na zona rural do município.

De acordo com o prefeito Jair Damato, a situação encontrada no abrigo estava distante da ideal e um projeto está sendo elaborado.

“Temos que pensar na possibilidade de adoção desses animais, que são cães abandonados, em situação de maus-tratos e que precisam recorrer ao abrigo”, comenta.

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.