Justiça proíbe provas com animais durante o rodeio de Corumbataí, SP

Justiça proíbe provas com animais durante o rodeio de Corumbataí, SP

Decisão anunciada na sexta foi tomada após pedido do Ministério Público. Descumprimento da ordem judicial pode gerar uma multa de R$ 100 mil.

SP Corumbatai mazinho quevedo interna

Uma liminar expedida na sexta-feira (13) proibiu a realização de provas com animais previstas no Primeiro Circuito de Rodeio Amigos KM em Corumbataí (SP), que ocorre até domingo (15). A decisão do juiz André Antonio da Silveira Alcântara teve por base um pedido do Ministério Público e, se for descumprida, pode gerar multa de R$ 100 mil. O organizador foi procurado para comentar a determinação, mas não respondeu.

Para Alcântara, o divertimento da população não pode ser baseado no sofrimento de animais, no caso bois, touros e cavalos. Por isso, ele proibiu a utilização de equipamentos como esporas pontiagudas, peiteiras, instrumentos de choque e a realização de provas de laço com perseguições e derrubadas de animais.

As demais atividades programadas para o aniversário de 189 anos do município estão mantidas.

No domingo (15), por volta das 9h, acontece o desfile de cavaleiros pela cidade seguido da “queima do alho”.

Na noite do dia 18, a festa continuará com o show do violeiro Mazinho Quevedo e de seus convidados na Praça Central. No dia 19, a partir das 9h, ocorrerá o desfile cívico e, nos dias 21 e 22, a 2ª Etapa do Campeonato GP 2015 de Motocross.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.