Justiça solta suspeito de matar cão com facadas em Marília, SP

Justiça solta suspeito de matar cão com facadas em Marília, SP
Pasto em que corpo de cachorro foi encontrado em Marília (Foto: Divulgação)

Foi liberado nesta quarta-feira (14), durante a audiência de custódia realizada pela Justiça, o homem suspeito de ter usado uma faca para matar um cachorro em um apartamento na zona norte de Marília. O animal morto foi encontrado em um pasto. A Polícia Técnico Científica foi acionada para o trabalho de perícia e a Polícia Civil investiga o caso.

De acordo com informações confirmadas pela Organização Não Governamental (ONG) Spaddes, que atua na causa animal em Marília, o homem foi liberado e vai poder responder ao processo por maus-tratos em liberdade.

“Pediremos a prisão preventiva do suspeito. Foi um delito de alta gravidade, que coloca em risco a vida de outros animais. Uma pessoa com atitudes como essa não merece viver em sociedade. Vamos protocolar o pedido de prisão preventiva”, afirma Gabriel Fernando, diretor da entidade.

Moradores do condomínio em que o acusado reside localizaram o corpo do cachorro, que havia sido abandonado em um pasto próximo. A Polícia Militar foi acionada e preservou o local até a chegada da Polícia Técnico Científica, que fez o trabalho de perícia.

Um novo Boletim de Ocorrência foi registrado pelos militares, com as informações sendo posteriormente passadas para a Polícia Civil, que investiga as circunstâncias da morte do animal.

Caso

O homem que não teve o nome divulgado foi preso na noite da terça-feira (13), por volta das 23h, quando vizinhos acionaram a PM, depois de verem o morador saindo a pé do condomínio, carregando nos ombros o animal já sem vida. Minutos depois, o acusado voltou sozinho para o apartamento que reside.

Segundo a polícia, a vizinhança testemunhou que o homem tirou a vida do próprio cão e informou que ele já vinha praticando maus-tratos contra o animal.

O autor foi preso em flagrante, passou a madrugada na carceragem da Polícia Civil, mas foi liberado para responder ao processo em liberdade em audiência de custódia.

Polícia Técnico Científica no local em que corpo de animal foi encontrado na zona Norte de Marília (Foto: DIvulgação)
Polícia Técnico Científica no local em que corpo de animal foi encontrado na zona Norte de Marília (Foto: DIvulgação)

Por Alcyr Netto

Fonte: Marília Notícia