SC lages cirurgias castracao6536 thumb

Lages (SC) inaugura serviço de castração para reduzir animais nas ruas

Procedimento é feito em sala cirúrgica do Centro de Zoonoses. Previsão é de que se faça a castração de 10 animais diariamente.

SC lages cirurgias castracao6536

Foi inaugurado em Lages, na Serra catarinense, o serviço de castração de animais. O objetivo é reduzir o número de indivíduos nas ruas da cidades. A sala de cirurgias, no Centro de Zoonoses, foi lançada na segunda-feira (15).

O centro cirúrgico para os procedimentos foi equipado, atendendo às exigências do Conselho de Medicina Veterinária e da Vigilância Sanitária municipal. Os animais de rua capturados pelo Centro de Zoonoses são o foco principal das castrações, além daqueles que estão sob cuidados de Organizações Não Governamentais (ONGs) da cidade.

De acordo com a prefeitura, a área foi reformulada com investimentos próprios municipais. Foram realizadas adaptações no espaço, adquiridos equipamentos e recuperados outros.

Uma equipe formada por três profissionais (dois veterinários e um auxiliar de enfermagem) fará os procedimentos. Os animais terão atendimento pós-cirurgia em uma sala de recuperação.

SC lages salacirurgicacentrodezoonosescastracaolagesO cálculo previsto é de castração de 10 animais por dia. “A princípio iremos castrar todos (70 cães) que estão acolhidos no CCZ e depois, os cadastrados, de famílias de baixa renda e alguns errantes. Já existem mais de seis mil cadastros na fila”, afirmou o coordenador do Centro de Zoonoses, Bruno Hartmann.

Saúde pública

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que haja um animal para cada sete habitantes. Porém existe um para cada habitante e meio em Lages, segundo o secretário de Meio Ambiente, Mushue Hampel. Aproximadamente 80 mil cachorros perambulam pelas ruas na área central e nos bairros.

“A gente pede que não somente fiquem esperando pela castração, mas que a comunidade entenda e se responsabilize pelos seus animais. A gente tem um grande número de animais nas ruas porque em algum momento eles foram soltos ou não foram cuidados de forma adequada”, disse a diretora da Vigilância Municipal de Saúde, Rose Possato.

Os interessados pela castração de animais devem telefonar para a Gerência de Proteção Animal, no número (49) 3224-3142.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.