Laudo aponta insuficiência respiratória como causa de morte de cão queimado em Limeira, SP

Laudo aponta insuficiência respiratória como causa de morte de cão queimado em Limeira, SP

O laudo de necrópsia sobre a morte do pitbull que foi enrolado em um cobertor e queimado em agosto, em Limeira (SP), aponta que o animal sofreu uma insuficiência respiratória aguda severa. O documento foi divulgado nesta terça-feira (15), pela Alpa (Associação Limeirense de Proteção aos Animais), que realizou o resgate dele. O autor do crime foi localizado três dias depois e confessou o crime.

Com 36 páginas, o documento traz diversos dados sobre o estado em que o animal se encontrava. O exame externo aponta que estava magro, apresentando áreas de aspecto traumático e hematomas na região inguinal e cervical, além de lesões de contato irritante na região dorsal e extremidade de membros.

Toda documentação da necropsia foi encaminhada ao Ministério Público ainda nesta terça-feira, para ser anexada ao inquérito sobre o caso.

“Saber o quanto o Titan sofreu nos traz profunda indignação e tristeza. Certos de que fizemos o que nos coube, confiamos plenamente no trabalho do MP frente a esse caso”, comunicou a Alpa.

O caso

Titan estava em uma área verde entre os bairros Graminha e Jequitibás. A Alpa informou ao G1 à época que, no dia 16 de agosto, um morador viu o fogo e ouviu latidos e gemidos do cachorro, jogando um balde de água para apagar as chamas. Em seguida, a ONG foi acionada por ele.

A presidente da Alpa, Cassiana Fagoti, contou que o pitbull estava com muitos ferimentos nas costas, no rosto e nas patas. Ele foi levado ao hospital veterinário em estado grave, com rins comprometidos e sangue na urina. A morte ocorreu no dia 18.

Fonte: G1

Cão é enrolado em cobertor e queimado em Limeira, SP; animal foi resgatado e levado a clínica

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.