Transferência de ursa Masha será nos próximos dias.

Laudo atesta saúde da ursa Masha e transferência será nos próximos dias

Se tudo der certo, a ursa Marsha não ficará este B-R-O-Bró no Piauí. A transferência do Parque Zoobotânico de Teresina para o Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos em São Paulo deverá ocorrer nos próximos dias já que não foi possível ontem (05). A mudança de lar acontece por causa das altas temperaturas no Piauí, principalmente no segundo semestre do ano. 

O secretário estadual do Meio Ambiente, Robério Barros, informou ao Cidadeverde.com que entregou na quarta-feira (05) a documentação para a aprovação e liberação pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A documentação faz referência ao guia de transporte do animal.  O gestor ressaltou que o translado ficará sob a responsabilidade da Confederação Brasileira de Proteção Animal (CBPA) e do Santuário dos Gnomos.  O deslocamento será realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB).

“Não temos uma data certa, mas não deve demorar. É uma questão burocrática. Um especialista do santuário já esteve aqui e atestou o bom estado de saúde dela. Esse processo se arrasta desde o ano passado, mas alinhamos os pontos, e terá um desfecho satisfatório para todos”, comentou o secretário.

Voo adiado 

A advogada Juliana Paz, da Comissão do Meio Ambiente da OAB Piauí, destacou que o avião da FAB já está liberado para o envio da ursa. O voo estava previsto para ontem (05), mas não foi possível devido à falta da documentação assinada pelo IBAMA, autorizando a transferência.

Segundo a advogada, a autorização é necessário porque o animal pertence ao Ibama e  precisa da autorização do órgão para ser transferida.

“É preciso agilizar essa documentação se não vamos perder a possibilidade de transferir o animal de maneira segura pela FAB. Não dá para esperar mais. O B-r-o-bró está aí. E há o sofrimento do animal”, defende a advogada.

Laudo 

Um dos entraves para a transferência da ursa era a idade e o estado de saúde.  Uma “avaliação técnica para fins de transporte de Teresina (PI) a Joanópolis (SP)” apontou que “segundo os dados e informações de saúde fornecidos pelo corpo técnico da instituição, não há no histórico do animal doenças prévias ou intercorrências que aumentem o risco de transporte”.

“À inspeção observa-se que o animal é adulto, sem sinais de idade extremamente avançada, com bom estado geral, ativa e sem sinais de agressividade ou temor pela presença de pessoas próximas.  Apresenta boa deambulação, sem dificuldade nos deslocamentos. Apresenta e alimenta-se sem dificuldades”, detalha o documento.

“Segundo as informações fornecidas por seus cuidadores e técnicos do zoo é um animal de temperamento tranquilo e está habituada a entrar nas áreas de manejo, o que facilita o condicionamento para entrar na caixa de transporte”, constatou a avaliação.

O laudo foi assinado pelos técnicos: o biólogo Claudio Hermes Mass, especialista em Zoologia e presidente da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil, e Claudia Almeida Igayara de Souza, médica veterinária, responsável técnica pelo Zoológico Municipal de Guarulhos junto ao CRMV-SP.

A avaliação ocorreu nos dias 16 e 17 de agosto, no Zoobotânico de Teresina, com a presença de representantes do Governo do Piauí, do Zoobotânico e da Confederação Brasileira de Proteção e Defesa Animal.

Resgate 

Robério Barros ressaltou que a ursa foi resgata de um circo em Caxias (MA), há uns sete anos. Ele esclareceu que toda uma estrutura foi construída no Zoobotânico para receber o animal.

“Nós calculamos a idade da ursa em aproximadamente 33 anos. Temos certeza que assim como ela era bem cuidada aqui também será bem cuidada no santuário”, acrescentou o secretário.

A transferência da ursa envolveu discussões e negociações entre diversos órgãos e entidades. Dentre eles: a Secretaria do Meio Ambiente no Piauí, a Confederação Brasileira de Proteção Animal (CBPA), o Ministério Público do Piauí, a Procuradoria Geral do Estado e o Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Petição online 

Uma petição online chegou a ser realizada pedindo a retirada da ursa do Zoobotânico em Teresina para um local com temperatura e clima mais apropriados ao bem-estar do animal.

Por Carlienne Carpaso

Fonte: Cidade Verde

Justiça suspende transferência de ursa do Zoobotânico de Teresina (PI) para santuário

Ativistas lançam petiçao pedem que a ursa seja removida do zoológico e encaminhada para um santuário de ursos

Juiz determina transferência da ursa Marsha de Teresina para São Paulo

PI: Secretário aceita transferir ursa e polêmica deve chegar ao fim

Atores podem ir a Teresina (PI) para denunciar maus-tratos a ursa Marsha

Internautas voltam a fazer apelo por transferência da ursa Marsha para santuário em SP

Após campanha nas redes sociais, governador do PI divulga nota sobre ursa Marsha

Entidades e Governo se reúnem e discutem transferência da ursa Marsha

Após meses de negociação, ursa Marsha será transferida para santuário

Marsha pode ser transferida após vinda de especialista em ursos ao Piauí

Especialistas confirmam transferência da ursa Marsha e animal deve deixar Piauí em até 30 dias

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.