Leão-marinho órfão nada para o oceano após resgate nos EUA

Leão-marinho órfão nada para o oceano após resgate nos EUA

Por Ameena Schelling / Tradução de Alda Lima

Este pequeno e adorável leão-marinho comemorou sua bem sucedida reabilitação na segunda-feira alegremente gingando de volta para o oceano.

eua sealion1

Leo, o leão-marinho, foi encontrado magro e sozinho na costa de Washington no ano passado. Aos 4 meses de idade, ele já havia sido ferido durante seu breve tempo sem a mãe.

Ele também é um leão-marinho-de-Steller, também conhecido como leão-marinho-do-norte — a maior espécie de leões marinhos no mundo. Embora Leo pesasse menos de 45 quilos quando resgatado, os machos adultos podem chegar a até 3,35 metros de comprimento e pesar até 1.130 quilos.

eua sealion2

Leo começou a sua reabilitação na PAWS Wildlife Center, mas por causa dos cuidados a longo prazo de que precisaria, ele foi transferido para o centro de mamíferos marinhos em Sausalito, Califórnia. A Guarda Costeira dos EUA até mesmo entrou em cena para dar ao pequeno órfão uma carona especial até seu novo lar.

Maior reabilitação de mamíferos marinhos do mundo, o Centro também já estava transbordando de leões marinhos. A população de leões marinhos da costa oeste da Califórnia está enfrentando uma crise, e mais de 2.000 órfãos já apareceram em terra este ano.

eua sealion3

A pequena parte boa desse afluxo foi que Leo foi capaz de fazer muitos novos amigos. “Como leões-marinhos-de-Steller são uma espécie social e, muitas vezes interagem com outras espécies na natureza, o desenvolvimento social de Leo também é importante”, escreveu o Centro em uma atualização. “Ele tem sido capaz de socializar com ursos-do-mar e leões-marinhos da Califórnia de todas as idades.”

eua sealion4

Infelizmente, o tamanho de Leo não impediu outros leões-marinhos de, por vezes, mexerem com ele. Um de seus companheiros, Bubbly, 4 anos, era muito menor, mas era quem mandava. Um vídeo mostra ele mandando em Leo, rugindo para ele entrar na piscina quando sai da linha.

eua sealion5

“Leo é jovem, por isso precisa ter uma noção da estrutura social na natureza,” disse a Dra. Cara Field, uma veterinária do Centro, em seu site. “Com Bubbly assumindo um papel de liderança, ele está exibindo um comportamento que Leo pode aprender e imitar quando for liberado.”

eua sealion6

Mas Leo tem um monte de mimos especiais também, como folhas de alga marinha para brincar e peixes em blocos de gelo congelados para desafiá-lo. Ele também teve a chance de pegar peixes vivos, garantindo que poderia se alimentar uma vez liberado. “Nossos especialistas em pecuária estão trabalhando duro para garantir que Leo desenvolva as habilidades de que precisa para ter sucesso na natureza selvagem”, disse o Centro na época.

eua sealion7

E o cuidado mostrou resultados. Durante seus meses no Centro, Leo quase triplicou em peso, ganhando incríveis 68 quilos. Embora ele tivesse a mesma idade ou fosse mais joven do que muitos de seus companheiros, imagens mostram o jovem gordinho maior que eles.

eua sealion8

Na segunda-feira, todo esse trabalho duro valeu a pena. Equipado com um dispositivo de rastreamento e devolvido para a costa de Washington, Leo o leão-marinho foi finalmente devolvido à natureza.

eua sealion9

“Leo agora é grande o suficiente para prosperar em seu habitat natural por conta própria e se juntar à população saudável de leões-marinhos-de-Steller que habitam as águas do Noroeste do Pacífico”, disse o centro em um comunicado.

Uma imagem impressionante captura o jovem feliz nadando em direção à praia, parecendo estar quase em êxtase quando revê o oceano.

eua sealion10

Ainda há centenas de leões-marinhos órfãos da Califórnia em centros de por toda a costa oeste. Se você quiser ajudar com seus cuidados — e garantir mais finais felizes como o de Leo — você pode fazer uma doação para o centro do mamífero marinho aqui.

Boa sorte, Leo.

eua sealion11

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.