Legisladores do Havaí propõem aumentar as penalidades por crueldade contra animais

Legisladores do Havaí propõem aumentar as penalidades por crueldade contra animais

Luna é uma cachorrinha que foi maltratada por seu antigo tutor. Seu atual tutor, Jeffery Terry, a adotou há menos de um ano e diz que Luna ainda está se curando de seu passado.

“Posso dizer, pelo seu comportamento, que ela era muito insegura e se sentia uma excluída pelo que eu via, porque meus outros cães participavam, eles vinham até mim. Ela estava muito relutante. Ela não tinha certeza de como seria tratada pela minha família”, disse Terry.

Luna foi um dos muitos animais de estimação vítimas de maus-tratos que foram entregues à Hawaiian Humane Society (HHS). As autoridades do abrigo disseram que observaram um aumento no número de animais de estimação vítimas de maus-tratos que passaram pelo abrigo. Em 2022, o abrigo recebeu mais de 4.000 ligações sobre maus-tratos a animais. No ano seguinte, foram mais de 5.000 ligações.

Foto: cortesia de Hawaiian Humane Society
Foto: cortesia de Hawaiian Humane Society

Agora, os legisladores do Havaí estão propondo um projeto de lei que aumentaria a pena por crueldade contra animais para evitar que mais casos como o de Luna aconteçam. Esses crimes incluem abuso sexual de animais, casos de crueldade de primeiro grau envolvendo tortura e o uso de armadilhas que prendem o corpo. Se esse projeto de lei for aprovado, dependendo da gravidade do caso, ele tornaria a crueldade contra animais um crime de classe A ou B.

“Todas as leis que temos em vigor levam à próxima etapa de todas as instâncias de crueldade contra animais, portanto, estamos mudando algumas delas para contravenções de classe B, eliminando a linguagem que as trata como crimes menores e apenas atualizando realmente todas as classes para garantir que as pessoas saibam que estamos falando sério”, disse o Deputado Darius Kila, que ajudou a apresentar o projeto de lei.

Kila disse que as chances de a Câmara aprovar esse projeto de lei são altas e ele espera que o Senado possa facilmente fornecer uma data e hora para entregar o projeto de lei para o governador Josh Green assinar.

Stephanie Kendrick, diretora de envolvimento comunitário da HHS, disse que, ao aprovar esse projeto de lei, ela espera que os agressores de animais recebam a punição adequada.

“Tendemos a ver penalidades muito leves. É extremamente raro, por exemplo, que alguém cumpra alguma pena de prisão, mesmo nos casos mais horrendos”, disse Kendrick.

Quanto a Luna, Terry disse que, com o tempo e os cuidados certos, ele espera que Luna aprenda a confiar plenamente em sua família.

“Ela não merecia o que recebeu de ruim. Ela é um animal e precisa de amor”, disse Terry.

Os representantes estaduais realizarão uma audiência pública para o HB 1580 HD1 na quinta-feira, às 9h30. Testemunhos tardios ainda podem ser enviados até o início da audiência.

Por Arielle Argel / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: Island News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.