Lei reducionista, migalhas para os animais!

Por Dr. phil. Sônia T. Felipe

Mais uma vez, textos reducionistas se fazendo passar por abolicionistas. Se lermos exatamente o texto da Lei 1352/2014 aprovada dia 26/3/15 na Câmara de Vereadores de Florianópolis, veremos que:

“Fica proibido o transporte de cargas que utilize a força animal superior ao peso do próprio animal”. Um texto desses não abole o uso dos animais coisa nenhuma, como foi divulgado nas redes sociais, apenas diminui o peso que se tem direito de forçar eles a puxar.

Mais uma lei reducionista fazendo-se passar por abolicionista, um texto que não leva em conta a agonia dos cavalos atados a artefatos de tortura contínua.

Lamentável. Mais uma vez, em vez de um texto de lei abolir o uso de animais para tração, ele regulamenta o uso, permitindo que cargas continuem a ser tracionadas por cavalos, desde que elas “não excedam o peso do animal”.

Quer dizer, se o cara resolve fazer o cavalo puxar 200kg, pode, desde que o cavalo pese 200 kg. Como os cavalos podem pesar mais, cargas mais pesadas continuarão a ser puxadas por esses escravos, normalmente.

E a pessoa diz que “pesquisou” sobre o assunto para apresentar o projeto de lei?

Vamos ao segundo texto dessa lei:

“As exceções são para locais privados, regiões periféricas, passeios turísticos e rotas ou baias que sejam autorizadas pela Prefeitura”.

Céus! Acabam de legalizar a escravidão eterna dos cavalos explorados para fins de todo tipo. É isso que dá fazer leis que parecem defender os animais mas defendem apenas a consciência bem-estarista e reducionista de quem os escraviza. E se apregoam defensores dos animais. Pode ser. Defendem os interesses dos animais humanos, isso sim. E mantêm as práticas de tração animal exatamente como sempre existiram, disfarçando aqui e ali, com um texto que é uma migalha para os animais, o que de fato já deveria estar sendo votado para abolir inteiramente. Aqui, as carroças são puxadas mesmo é para trás. E os cavalos não são culpados disso não. Quem dá ré na história são os políticos. Bem-estaristas na política animal dá nisso! Só dão “ré prá trás”, como gozam os manezinhos, em seu espírito inteligente.


{article 105}{text}{/article}

Olhar Animal – www.olharanimal.org

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.