Leoa que escapou e vagou pela Ucrânia durante a guerra é levada em um Boeing 747 para a África do Sul

Leoa que escapou e vagou pela Ucrânia durante a guerra é levada em um Boeing 747 para a África do Sul
O Boeing 747-400F da Martinair, que transportou os leões – Imagem: Clément Alloing, via Flickr

O Grupo Air France-KLM informa que os leões Vasylyna e Nikola embarcaram em uma viagem significativa na última quinta-feira, dia 25 de abril, a bordo de um Boeing 747 cargueiro operado pela Martinair Cargo com destino à África do Sul.

Este notável voo com o grande Jumbo Jet marca um novo capítulo na vida dessas criaturas majestosas, que foram encaminhados de FELIDA, o santuário especializado para grandes felinos administrado pela organização de bem-estar animal FOUR PAWS na Frísia, Holanda, para LIONSROCK, um santuário com extensa área de 1.250 hectares administrado pela mesma organização na África do Sul.

O Boeing 747 voando da Holanda à África do Sul na quinta-feira – Imagem: RadarBox
O Boeing 747 voando da Holanda à África do Sul na quinta-feira – Imagem: RadarBox

A empresa aérea descreve que se orgulha de desempenhar um papel significativo nesta viagem, aproveitando a sua vasta experiência no transporte de animais selvagens. Ela possui um hotel dedicado aos animais nas instalações da KLM Cargo em Schiphol, Holanda, e funcionários especializados que supervisionam o bem-estar dos animais durante a viagem.

“No nosso hotel animal em Schiphol, priorizamos a dedicação em fornecer o melhor cuidado aos nossos passageiros animais. Garantimos o mais alto nível de atenção e cuidado com cada animal sob nossos cuidados, desde o momento da chegada até a partida. Nossa equipe de profissionais experientes está pronta para oferecer o melhor atendimento e cuidado, incluindo dietas especiais, administração de medicamentos e, claro, muito amor e atenção. Nós nos esforçamos para garantir que cada animal conosco seja feliz, saudável e bem cuidado”, disse Mirjam Scherer, Chefe Global de Logística Especial da Air France KLM Martinair Cargo.

Os leões Vasylyna e Nikola compartilham experiências de vida semelhantes. A leoa Vasylyna chegou ao santuário dos grandes felinos no dia 7 de junho. Originalmente mantida como animal de estimação na Ucrânia, ela conseguiu escapar e vagou pelas ruas, afetadas pela guerra, de uma vila perto de Kharkiv, antes de ser capturada e levada para um abrigo temporário de vida selvagem na Ucrânia. Devido à situação de guerra e à falta de cuidados e espaço adequados, ela foi rapidamente transferida para a Holanda.

A jornada de Nikola até o santuário especializado da FOUR PAWS começou após ser resgatado de posse privada ilegal em Montenegro. Em fevereiro de 2022, foi encontrado e confiscado pelas autoridades locais. Depois de dez dias perambulando pelas ruas perto de Budva, na costa do Adriático, exausto e desnutrido, ele foi levado ao FELIDA.

“A mudança de Vasylyna e Nikola para LIONSROCK significa que eles finalmente terão a oportunidade de viver em um grande santuário, cercados por outros leões. Embora seja triste que eles nunca tenham tido a oportunidade de serem soltos na natureza devido ao comércio ilegal, estamos felizes em oferecer-lhes uma vida mais natural aqui”, disse Petra Sleven, diretora da FOUR PAWS.

Informações do Grupo Air France-KLM

Por Murilo Basseto

Fonte: Aeroin

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.