Leões são retirados de Gaza depois de zoológico ser bombardeado

Leões são retirados de Gaza depois de zoológico ser bombardeado

Trio de leões viverá em santuário na Jordânia; transporte foi feito por ONG. Segundo organização, mais de 80 animais do zoológico morreram.

ISRAEL leao-gaza1

Um trio de leões com a saúde debilitada foi levado de Gaza para Israel nesta terça-feira (30), a caminho de um santuário na Jordânia. O zoológico onde viviam, na Faixa de Gaza, foi danificado na recente guerra entre palestinos e israelenses.

ISRAEL leao-gaza2Os três – um par de machos e uma fêmea grávida – foram sedados no zoológico Al-Bisan, na cidade de Beit Lahiya, antes de serem colocados em jaulas de metal e transportados por um caminhão até a passagem de Erez, na fronteira entre Israel e o território palestino da Faixa de Gaza.

Amir Khalil, da organização de defesa dos animais Four Paws International disse que os animais do zoológico estavam precisando urgentemente de cuidados depois de 50 dias de guerra. Ele disse que o zoológico foi gravemente danificado e que mais de 80 animais morreram como resultado do conflito.

Al-Bisan é um dos cinco zoológicos improvisados em Gaza, conhecidos pelas condições precárias que comprometem o bem-estar dos animais.

A maior parte dos animais dos zoológicos de Gaza tem sido transportada para o território através de túneis ilegais que ligam a região ao Egito.

Israel e Egito impuseram um bloqueio à Faixa de Gaza em 2007, quando o grupo islâmico Hamas tomou o poder. No ano passado, um par de leões recém-nascidos morreu logo depois de eles terem sido exibidos por militantes do Hamas.

O principal zoológico de Gaza recorreu à taxidermia para manter os animais mortos em exibição enquanto outro zoológico pintou faixas em burros para fazê-los parecer zebras.

ISRAEL leao-gaza3

ISRAEL leao-gaza

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.