Leopardo surpreende e ataca cachorro assustado; vídeo

Leopardo surpreende e ataca cachorro assustado; vídeo
Leopardo surpreende e ataca cachorro assustado; vídeo

Um cachorro que descansava foi surpreendido ao ouvir um barulho no outro lado do portão. Ao investigar, não pôde encontrar nada. Contudo, alguns segundos se passaram e do nada um leopardo pulou o portão e o atacou, dando pouco tempo para pensar numa resposta. O vídeo circulou nas redes sociais e rapidamente tornou-se viral.

Nas imagens, pode perceber que o felino espreitava o local, já que o cachorro estava suspeito de alguma presença estranha na redondeza. É possível ver ele pulando o muro da casa e indo diretamente ao cachorro, como se houvesse escolhido seu jantar.

A gravação foi feita pelo próprio sistema de segurança da residência, localizada em Gujarat, na Índia.

Sem poder se movimentar devido à mordida certeira na garganta do cão, é possível vê-lo abanar o rabo, num sinal de estresse. Era sua única forma de expressão até que o felino se assustou com alguma presença e fugiu, poupando a vida do cachorro.

Imagem: Times of India

O tutor do cão e da casa ficou surpreendido ao ver que sua casa tem visita de leopardos. Ele disse que entrou em contato com as autoridades para solucionar o problema.

“É a primeira vez que percebo que minha casa é propensa a visitas de grandes felinos. Eu avisei o departamento florestal sobre o incidente ”, disse Mahesh Bamania.

Segundo o Times of India, uma gaiola com uma isca viva foi montada para tentar capturar o leopardo, que até agora não deu mais as caras.

Ainda de acordo com o portal, a população de leopardos aumentou quase 30% em 2017 e mais de 104 ataques foram registrados em cidades próximas entre 2018 e 2019. Desses, 53 foram em Gir Somnath, enquanto 51 foram em Amreli.

Por Giovane Sampaio

Fonte: Socientifica


Nota do Olhar Animal: Nada de muito diferente em relação ao que acontece na natureza a todo instante e que é sacralizado pela maioria das pessoas, que prefere fazer vistas grossas para o sofrimento que a predação representa para o animal predado e, muitas vezes, para o próprio predador. Há o que fazer? Reconhecer o sofrimento e se dispor a discuti-lo é o primeiro passo.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.