Líder religioso é identificado pela polícia após abandonar gata e filhotes na rua em Goiânia

Líder religioso é identificado pela polícia após abandonar gata e filhotes na rua em Goiânia
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de Goiás, através do Grupo de Proteção Animal (GPA) de Goiânia – 1ª DRP, identificou o suposto autor de crime de maus-tratos qualificado, contra uma gata e seus três filhotes, que foram abandonados em via pública, em frente a uma área gramada aberta.

O fato criminoso foi capturado por imagens de câmeras de segurança. No dia 13 de abril deste ano, um homem de 64 anos, que se identificou como líder religioso, abandonou uma gata e três filhotes nos Sítios de Recreio Caraíbas, Goiânia. Nas imagens é possível ver quando o homem desce do veículo, e sai com uma caixa de transporte, a vira jogando os animais na grama. Em seguida sai no veículo, correndo risco de atropelar algum dos animais.

A equipe do GPA diligenciou no sentido de identificar o suposto autor do crime, que foi localizado, e disse que tinha a gata adulta há mais de um ano e estava sem paciência com a fezes feitas pelos animais em sua residência. Então disse para sua família que doaria os animais, porém, os abandonou em via pública, mesmo tendo ciência dos riscos que corriam os felinos.

Foi instaurado inquérito e o investigado pode responder por crime de maus-tratos qualificado pela espécie felina, que pode chegar até 05 anos de prisão. Os animais não foram resgatados, já que, assustados, se esconderam na área de mata da região e não foram localizados.

Por Silmara Santos

Fonte: CGT

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.