'Lobisomem' que passou meses esperando em beira de estrada faz uma incrível transformação

‘Lobisomem’ que passou meses largado em beira de estrada passa por uma incrível transformação

“Ninguém queria levá-lo para casa ou ajudá-lo porque ele parecia muito mau”.

Apenas seis meses atrás, as pessoas pensavam que King era um monstro.

De pé na beira da estrada em Madera Ranchos, Califórnia, o cão de rua estava coberto de feridas e encurvado de tanta dor. Sua pele parecia escamosa, e o pelo preto desgrenhado na nuca ficava arrepiado.

Ele começou a ser conhecido como o lobisomem, porque os transeuntes simplesmente não sabiam que tipo de animal ele era, e tinham medo de chegar perto o suficiente para descobrir.

Dia após dia durante meses, carros passaram por King. Ele estava ferido, doente e faminto. Ele não tinha muito mais tempo de vida. Mas então, seu milagre chegou.

No momento em que a socorrista local Megan Bowe viu uma publicação sobre King na internet, correu até ele. Ele estava mais doente e frágil do que ela jamais poderia ter imaginado.

“Fiquei prestes a chorar quando vi como ele estava mal”, contou Bowe, fundadora do Bowe’s Adoptable Rescue Pups, ao The Dodo em maio. “Ele estava realmente nas últimas. Estava deprimido e mal conseguia se levantar.”

Bowe soube de imediato quem “o lobisomem” realmente era: um pastor alemão muito doente. Ela o levou até um veterinário de emergência, onde ele foi diagnosticado com uma longa lista de doenças, incluindo sarna, pelve fraturada e um rabo também gravemente fraturado. Veterinários estimaram que ele tinha apenas um ano de idade e disseram que seus machucados haviam sido resultado de um atropelamento.

Em apenas um ano de vida, King suportara muito mais do que qualquer animal deveria.

Ao longo dos meses seguintes, Bowe e uma equipe de veterinários cuidaram do cão doente até ele voltar a ter saúde. Ele precisou de um arsenal de medicamentos, cirurgia e fisioterapia, mas conforme os dias se passaram, a luz voltou a seus olhos. Seu pelo voltou a crescer e ele conseguiu andar novamente.

E, melhor ainda, ele mostrou a Bowe o quão doce era, como se agradecesse a ela.

“Ele é um cachorro super amoroso”, disse Bowe. “Quando me sento, ele põe seu rosto bem do lado do meu e se inclina para perto como se me desse um abraço.”

Fotos: Megan Bowe

Depois de meses de reabilitação, cuidados e amor, King finalmente ficou disponível para adoção no final do verão. Ele ainda não sabia, mas a família perfeita torcia por ele das arquibancadas o tempo todo.

Tiana Bisbee, seus pais e irmã estavam de olho nas publicações sobre o progresso de King no Facebook. Eles já tinham três cadelas e esperavam adotar outro para sua matilha.

Foto: Tiana Bisbee

“Nunca havíamos visto um cachorro em tão mau estado quanto ele”, confessou Bisbee ao The Dodo. “Foi tão triste. Eu acompanhava o progresso dele, então foi quando soubemos que queríamos conhecê-lo.”

A família, junto com suas três cadelas, conheceu King e todos se deram muito bem.

“Achamos que ele poderia estar com muito medo por causa de tudo que passou, mas ele simplesmente era tão doce”, disse Bisbee. “Seus pelos haviam crescido por completo e ele parecia muito saudável.”

King com duas de suas irmãs caninas.

Os Bisbee adotaram King pouco depois de conhecê-lo, e ele é oficialmente parte da família há cerca de dois meses. Ele se diverte correndo com suas irmãs caninas, e elas foram a melhor terapia para ele sair mais um pouco de sua concha.

“Levou cerca de um mês para ele aprender com as meninas a ser um cachorro”, disse Bisbee. “Ele se encaixou muito bem com a matilha. Elas têm ensinado a ele os caminhos do quintal e da casa. Ele late para quem elas latem, corre para onde elas correm. É tão bom vê-los brincarem juntos”.

King com suas três irmãs caninas.

Depois de ver tudo pelo que King passou, Bowe não poderia estar mais grata por seu final feliz. Recentemente, ela deu uma festa para comemorar sua adoção.

“É uma sensação muito gratificante ver King em um ótimo lar definitivo”, disse Bowe. “Ele é tão feliz e está realmente se unindo aos outros cães e seus novos proprietários… É difícil pensar que todos aqueles carros passaram por ele e nunca pararam. Ninguém queria levá-lo para casa ou ajudá-lo porque ele parecia muito mau… Mas bastou uma pessoa”.

King aproveitando o tempo no quintal de casa. – Fotos: Tiana Bisbee

Agora, King está mais fofo e saudável do que nunca e aproveita sua nova vida ao máximo. Sua nova família o ama muito, e nunca esquecerá o quão longe seu “cão lobisomem” chegou.

“Quando ele corre, é meio saltitante por causa do que aconteceu com seus quadris”, disse Bisbee. “E quando chegamos em casa, ele enlouquece, sacudindo o que sobrou do seu rabo. É tão fofo, mas ao mesmo tempo nos lembra o que ele passou … Estamos tão felizes em tê-lo. Ele se encaixou perfeitamente a toda a família “.

Por Kristen Warfield / Tradução de Alda Lima 

Fonte: The Dodo 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.