Lobo-marinho é resgatado e devolvido para o mar pela Polícia Ambiental e o Instituto Gremar — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Lobo-marinho é devolvido ao mar após tratamento no litoral de SP

Um lobo-marinho sul-americano que estava em tratamento na base de recuperação do Instituto Gremar em Guarujá, no litoral de São Paulo, foi devolvido ao mar na última sexta-feira (15). A soltura do animal foi realizada no Parque Estadual Marítimo da Laje de Santos.

A operação foi realizada em conjunto entre biólogos do Gremar e policiais militares da Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3º Batalhão de Polícia Ambiental do Estado de SP (Ciamar). O animal, da espécie Arctocephlus australis, passou por tratamento após ser resgatado na Praia de Santa Cruz, em Itanhaém.

Agentes se descolaram por 42 km de distância da costa, até a Laje de Santos, para realizar a soltura do lobo-marinho. De acordo com a Polícia Militar Ambiental, a disponibilidade de alimentação natural na região, que é uma área de conservação estadual, facilitará a readaptação do animal.

Equipes da Polícia Ambiental e do Instituto Gremar se deslocaram até a Laje de Santos para soltar lobo-marinho — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental
Equipes da Polícia Ambiental e do Instituto Gremar se deslocaram até a Laje de Santos para soltar lobo-marinho — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Segundo os agentes, o lobo-marinho sul-americano resgatado era um macho em fase de crescimento. Os policiais fizeram registros do animal enquanto ele nadava em volta da embarcação, o que durou cerca de 15 minutos, até ele mergulhar e desaparecer no mar.

Após ser flagrado na praia de Itanhaém durante uma ação do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), o animal foi resgatado por equipes do Instituto Gremar e passou por um período de observação e tratamento, até estar reabilitado e pronto para ser solto em seu habitat.

Com atuação em toda a Baixada Santista, o instituto pode ser acionado quando houver o aparecimento de animais marinhos pelos telefones 0800 642 3341 ou (13) 99601-2570 (a cobrar ou WhatsApp).

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.