Macaco morde pessoa e é recolhido com sinais de maus-tratos em Umuarama, PR

Macaco morde pessoa e é recolhido com sinais de maus-tratos em Umuarama, PR
(Foto: Divulgação Saau/O Bemdito)

Um macaco-prego foi recolhido pela Vigilância Ambiental de Umuarama após causar confusão na tarde de sábado (24). Ele invadiu uma casa, quebrou móveis e outros objetos do quarto de uma criança e mordeu uma pessoa.

Após ser recolhido, o animal foi encaminhado para a Saau (Sociedade de Amparo aos Animais de Umuarama). Na entidade ele passou por avaliação veterinária e foi percebido que as correntes que estavam presas ao seu corpo causaram graves ferimentos.

O macaco precisou passar por cirurgia. Na manhã desta segunda-feira (26) a presidente da Saau, Ana Polaquini, informou que o animal está se recuperando e passa bem.

Ele deve permanecer na Saau por 90 dias, em quarentena por suspeita de raiva. Amostras de sangue serão encaminhadas para análise laboratorial.

Acredita-se que o macaco seja proveniente de alguma criação clandestina e que tenha fugido de seu cativeiro. A Vigilância ainda não sabe quem é seu tutor, mas há suspeitas de que não seja de Umuarama.

Assim que terminar a quarentena será encaminhada documentação junto ao IAP para buscar encaminhamento do macaco para um zoológico, tendo em vista que provavelmente ele não consiga mais ser reintegrado à natureza.

O animal precisou passar por cirurgia em decorrência dos seus ferimentos

Fonte: Massa News (colaboração o Bemdito)


Nota do Olhar Animal: A matéria não indica em que situação o macaco mordeu a criança. Talvez por conta de uma aproximação indesejada e a desconfiança do macaco após anos de maus-tratos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.