Mais de 10 cães e gatos são mortos envenenados em bairro de Simões Filho, BA

Mais de 10 cães e gatos são mortos envenenados em bairro de Simões Filho, BA

Mais de 10 cães e gatos foram mortos envenenados no bairro Pitanguinha, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Os casos têm assustado os moradores do bairro, que pedem uma explicação para o que está acontecendo.

A dona de casa Eliane Martins contou ao Click Bahia que o veneno foi jogado misturado a pedaços de carne e outros alimentos no meio da rua. “Fui varrer o quintal e vi um pedaço de carne. Abaixei para eu ver e estava com um pouco de chumbinho. Eu tinha visto o gatinho comendo algo, mas não me preocupei. Momento depois,o animal apareceu morto hoje pela manhã.

Já a dona de casa Aparecida Amorim perdeu um cachorro. Ela guarda com saudade a foto do animal. “Era muito amor que eu tinha. Chego a me sentir muito mal de falar sobre o caso, porque a eu tinha amor e carinho por ele [ cachorro]. E simplesmente a pessoa que fez isso não sabe o quanto machucou a gente”, contou.

Os dois casos abordados são são isolados. Por todo o bairro, é possível ouvir casos sobre envenenamentos. “Já tive dois gatos e morreram envenenados. Arrumei outro gatinho e também morreu envenenado”, contou Carolina Mendes.

Na manhã desta quarta-feira (31), mais um gato sofreu suposto envenenamento e morreu no bairro  Pitanguinha. De acordo com a dona do animal, que preferiu não se identificar, os casos de envenenamento são corriqueiros.  “ É muita dor saber que um ser humano deu comida envenenada a um “ bicho” que não faz mal a ninguém. Uma pessoa que faz isso não tem coração.Espero que as autoridades investiguem o que está acontecendo na localidade.”, pontuou.

Envenenar animais é crime

Segundo a Polícia Ambiental, envenenar animais é um crime ambiental. “Seria um crime previsto no artigo 32 da lei de crimes ambientais que diz praticar abuso ou maus tratos a qualquer animal se configura o crime. É feito um boletim de ocorrência e o infrator é encaminhado para a delegacia para que sejam instaurados os procedimentos e ele venha responder penalmente por essa conduta”, explicou.

Fonte: Click Bahia

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.