Mais de 100 milhões de abelhas são mortas em MT devido aplicação errada de agrotóxico

Mais de 100 milhões de abelhas são mortas em MT devido aplicação errada de agrotóxico
Mais de 100 milhões de abelhas morreram em MT — Foto: Reprodução/TV Globo

O uso inadequado de um agrotóxico autorizado levou à morte de mais de 100 milhões de abelhas, há cerca de um mês. Muitas eram de espécies ameaçadas de extinção. Pelo menos 600 colmeias foram intoxicadas nos municípios de Sorriso, Ipiranga do Norte e Sinop, em Mato Grosso.

VÍDEO: Uso incorreto de agrotóxico provoca morte de mais de 100 milhões de abelhas em MT

Após a notificação da morte das abelhas, servidores do Instituto de Defesa Agropecuária do estado investigaram o ocorrido. Os resultados das análises confirmaram a presença da substância fipronil como a causa da contaminação.

O uso do inseticida é autorizado pelo Ibama, mas por ser um produto tóxico para abelhas, o uso de aviões pra aplicá-lo não é permitido.

“O produto não tem registro de aplicação aérea, a receita agronômica que foi apresentada para nós era para aplicação na cultura da soja e também não era para aplicação na propriedade em que a gente constatou a irregularidade”, explicou o engenheiro agrônomo do Indea, Rodrigo Vicenzi.

A investigação revelou que o agrotóxico foi aplicado de forma inadequada, e o dono da fazenda responsável pela aplicação foi multado em R$ 225 mil.

Impactos

Marliton Barreto, biólogo entomologista da Universidade Federal de Mato Grosso alerta para as consequências da redução da população de abelhas.

“Nós estamos tratando de polinizadores que faz um papel primordial diretamente para a nossa alimentação, nossa sustentação aqui na nossa vida né então temos que manter isso. Em especial quando a gente trata de espécies ameaçadas de extinção o pouco que se perde é muito”.

Além de prejudicar ao meio ambiente, as mortes também deixaram os produtores de mel no prejuízo. Só o Sr. Walter perdeu 230 colmeias – que eram a fonte de renda dele. A estimativa era produzir dez toneladas de mel este ano.

“Não fechamos ainda as contas do prejuízo. Eu sei que, para nós retomarmos a atividade vai muito tempo. Talvez uns 5 anos para ter o que nós tínhamos já, programado, dia a dia”, contou o produtor.

O que dizem o Ibama e o Indea-MT?

De acordo com o Ibama, o Brasil tem hoje 5 espécies de abelhas ameaçadas de extinção. 4 delas foram afetadas pelo uso errado dos agrotóxicos, em Mato Grosso. O descumprimento das regras para uso do fipronil é crime ambiental.

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso encaminhou o relatório para o Ministério Público e o Conselho Regional de Agronomia para responsabilização civil, criminal e profissional.

Fonte: Jornal Hoje

O mel

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.