Mais de 300 animais resgatados em lutas de cães na Carolina do Sul, EUA

Mais de 300 animais resgatados em lutas de cães na Carolina do Sul, EUA
Foto: Reuters

Pelo menos 20 pessoas foram detidas e 305 cães foram resgatados, na sequência de uma operação relacionada com lutas de cães, na Carolina do Sul, Estados Unidos.

Segundo a Associated Press, que cita um comunicado dos procuradores federais esta segunda-feira divulgado, tudo começou no sábado, depois de as autoridades interromperem uma luta de cães no condado de Richland.

Esta ação levou a que no domingo agentes estaduais e federais desses cumprimento a 23 mandados de busca em locais onde cães lutavam ou eram treinados, nos condados de Clarendon, Lee, Orangeburg, Richland, Sumter e York.

Vinte pessoas enfrentam agora várias acusações, nomeadamente maus-tratos a animais. Foram apreendidas ainda cerca de 30 armas e 40 mil dólares em dinheiro, mais de 41 mil euros.

No total, foram resgatados 305 cães, estando a Humane Society dos Estados Unidos e a Bark Nation a ajudar a cuidar dos animais. A Humane Society destacou que muitos deles tinham cicatrizes graves e feridas abertas e outros eram extremamente magros, sendo acorrentados a árvores sem acesso a água e comida.

“Forçar cães a lutar, muitas vezes até à morte, para o prazer de outros não é apenas um crime federal, é também cruel, sádico e pode criar um refúgio para outras atividades ilícitas que envolvem drogas e armas de fogo”, disse Adair Boroughs, procuradora dos EUA na Carolina do Sul, na mesma nota.

A investigação continua.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.