Mais um cão é resgatado após ter testículos arrancados em Vespasiano, MG

Mais um cão é resgatado após ter testículos arrancados em Vespasiano, MG
Este é o terceiro animal da semana encontrado mutilado nas proximidades de um córrego em um terreno nas proximidades do Presídio Feminino de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. Foto: Divulgação Arquivo Pessoal/ Aline Gouveia dos Santos

Um cachorro vira-lata foi socorrido na tarde desta quinta-feira (26) por policiais penais, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. O animalzinho apresentava mutilações severas nos testículos. No momento do resgate ele foi encontrado às margens de um córrego na área externa do Presídio Feminino de Vespasiano. O cão foi encaminhado para uma clínica veterinária da mesma cidade.

Este é o terceiro cão encontrado nesta semana, na mesma localidade, com mutilações semelhantes. Na segunda-feira (23), dois cães foram encontrados na região com os testículos mutilados. Todos os cães foram resgatados com a ajuda da policial penal Aline Gouveia dos Santos, de 40 anos, e de outros agentes que cuidam de cães abandonados que vivem nas proximidades do presídio. “Hoje estou fazendo um curso então não estou no presídio, mas meu amigo me ligou e disse que mais um cãozinho foi encontrado mutilado perto do córrego. Pedi para ele levar essa cachorrinho para a mesma clínica onde os outros dois estão para receber os devidos cuidados. Também pedi para os meus colegas acionarem a polícia para a abertura de um boletim de ocorrência”, explicou a policial penal.

De acordo com o serviço de atendimento da clínica que o animal foi encaminhado, o cão passa por um procedimento cirúrgico delicado.”Este cachorro chegou aqui em estado pior que os outros dois. A ferida nos testículos está maior e mais profunda. Ele vai passar por uma cirurgia e em breve, a veterinária responsável vai poder dar mais informações a respeito do quadro clínico dele”, revelou a atendente.

Maltratar animais é crime

A Lei 23.856 de 30 de julho de 2021,determina que médicos veterinários de todo o Estado são obrigados a notificar casos de maus-tratos contra cães e gatos diretamente à Polícia Civil.

O texto prevê que a notificação do médico veterinário deve conter o nome e o endereço da pessoa que acompanha o animal durante o atendimento, além de um relatório que conste a espécie, raça, o estado de saúde do animal no momento do atendimento e os procedimentos realizados.

Fonte: O Tempo

Cachorros têm testículos arrancados em Vespasiano, na Região Metropolitana de BH

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.