Maldoso, homem mata própria cachorra e a queima em fogueira porque ela brincava feliz

Maldoso, homem mata própria cachorra e a queima em fogueira porque ela brincava feliz
Homem Sendo Preso.

Durante o fim de semana, um homem de 47 anos foi preso em flagrante, após matar a própria cachorra e queimá-la em uma fogueira. O caso aconteceu em Cotia, na Grande São Paulo, na manhã de sábado (06/04).

O caso foi descoberto porque vizinhos acionaram a Polícia Militar após ouvirem choros e gritos da cachorra, como se ele estivesse sendo machucada. Logo em sequência o cachorro ficou em silêncio, o que chamou atenção de vizinhos. Ao que apurado pelo Jornal Correio do Interior, cerca de cinco vizinhos ligaram para polícia, todos relatando a mesma situação.

Ao chegarem no imóvel, na rua Gerônimo de Albuquerque, no Jardim Japão, os policiais imediatamente foram até a casa do homem suspeito de maus-tratos. Em primeiro momento ele negou o fato, mas assim que um policial averiguou sua casa, encontrou uma fogueira no quintal e com os restos mortais da cachorra.

Ao que apurado com o setor policial, o homem preso em flagrante assim que os policiais constataram a denúncia, disse que matou e queimou a cachorra porque ele se irritou com ela por estar brincando feliz com uma garrafa pet no quintal.

Mas antes disso ele chegou a contar outra versão na delegacia, dizendo encontrou sua cachorra vomitando sangue pelo quintal de casa e que ela estava a beira da morte e que assim decidiu antecipar a morte do animal e logo em seguida pensou em cremar seu corpo.

Na delegacia, a polícia civil informou que o dono da cachorra tem um histórico criminal extenso, tendo passagem pelo crime de homicídio ao ter matado seu pai. O caso foi registrado no 1º DP de Cotia

Por Igor Juan

Fonte: Correio do Interior

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.