Marsupial chileno protegido pela lei é torturado até a morte

Marsupial chileno protegido pela lei é torturado até a morte

“Ratão FDP. Queria caminhar pela minha cara”, assim começa o vídeo que gravou um indivíduo que tinha em suas mãos uma Yaca, pequeno marsupial chileno protegido por lei por se tratar de uma espécie rara e benéfica ao meio ambiente.

“No vídeo, que dura apenas alguns segundos, se percebe claramente como o sujeito aperta o animal, comprimindo seus órgãos internos enquanto ele escapa e foge de sua situação”, expressa a Organização de Resgate e Conservação Ambiental (ORCA – Chile).

A ONG interpôs uma queixa diante do Serviço Agrícola Pecuário (SAG) para localizar o homem acusado de maus-tratos, além de promover a tortura através de material audiovisual.

O pequeno roedor é uma das quatro espécies de marsupiais presentes no Chile e habita a zona centro-norte do país.

“Se realmente existia desconhecimento sobre a espécie de que se tratava poderia aceitar que lhe haviam dado como morto, mas aqui se trata de alguém que intencionalmente tortura e faz piada do sofrimento de um animal indefeso. Isto é inaceitável”, comentou Zico Henríquez, diretor da ORCA.

Tradução de Nelson Paim 

Fonte: El Dínamo


Nota do Olhar Animal: A raridade ou o fato de ser “benéfico para o meio ambiente” são irrelevantes diante da tortura. Fosse um rato doméstico ou qualquer outro animal, também não seriam justos os abusos e maus-tratos.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.