Em apenas três dias morreram mais de 100 animais (Foto: EPA/JOHN ERLING)

Massacre das renas: Mais de 100 animais mortos por comboios de carga na Noruega

Em apenas três dias, mais de 100 renas foram ceifadas por comboio de alta velocidade de carga na Noruega.

Durante esta altura do ano, as renas costumam viajar para junto da costa em busca de pastagens. Para o tratador de renas Torstein Appfjell, as mortes representam uma “verdadeira tragédia”. Em declarações à “Sky”, o homem de 59 anos disse que nunca viu uma “tragédia destas” com tantas mortes.

O tratador, que diz estar “completamente revoltado com a situação, explicou que o pior incidente aconteceu no sábado, quando morreram 65 animais. O homem, responsável por tratar dois mil animais, em Helgeland, no norte do país, confirmou que desde quinta-feira já morreram 106 renas.

Os animais são surpreendidos pelas linhas de comboio que cortam a sua passagem em direção às pastagens de inverno. Só nos últimos doze meses, mais de 250 renas morreram nestas circunstâncias.

Segundo o jornal norueguês “NRK”, os avisos para que os maquinistas circulem com precaução junto das rotas de migração das renas não estão a ser atendidos. De forma a evitar que os números aumentem, a Bane Nor, uma das empresas de transporte ferroviário do país, já reduziu a velocidade permitida nestas áreas.

Também os residentes locais têm-se manifestado para que sejam construídas barreiras junto à linha para protegerem os animais.

Foto: iStock
Foto: iStock

Fonte: Jornal de Notícias / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.