Massacre: Prefeitura do RS promove ‘Grande Prêmio do Lambari’

Massacre: Prefeitura do RS promove ‘Grande Prêmio do Lambari’

RS serafina lambari1

No último domingo, dia 8 de fevereiro, a Prefeitura Municipal de Serafina Correa, no Rio Grande do Sul, promoveu o ‘Grande Prêmio do Lambari’, evento que se caracteriza pela competição em busca de quem mais mata animais – no caso, peixes da espéce Lambari. Crianças a partir dos 5 anos tomam parte da competição, com dezenas de peixes fisgados visando meramente a vitória. A atividade faz parte de tradicional movimentação local junto ao Rio Carreiro, por ocasião do verão, mas ao invés de orienta sobre o respeito à natureza e à vida de outros seres, o que se vê é um massacre institucionalizado.

Durante três horas, às margens do Rio Carreiro, ponto turístico da região, pescadores de todas as idades buscam o maior número de lambaris durante 15 minutos Participaram seis crianças na categoria 5 a 12 anos e três adolescentes, além dos adultos de ambos os sexos. Isso significa que, desde a época de formação, os jovens são instruídos de que os animais não-humanos servem para diversão, sem se preocupar com uma morte por sufocamento, com um anzol nas entranhas. Com promoção do Poder Público.

Para se ter uma ideia, o ‘campeão’ entre as crianças foi um menino que pescou 19 lambaris. Não se sabe qual o valor lúdico em uma competição que preza o maior número de animais mortos em determinado espaço de tempo. Tornar isso natural, com aparência de saudável, patrocinado por todos os consumidores, é desprezar a dor alheia, desvalorizar a morte do outro, porque não é igual a si. Já vimos isso antes, não?

RS serafina lambari2

RS serafina lambari3

RS serafina lambari4

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.