Menino que perdeu égua assassinada ganha novo animal. Crime é investigado pela polícia

Menino que perdeu égua assassinada ganha novo animal. Crime é investigado pela polícia
Menino de 12 anos ganhou uma égua de presente de um vaqueiro em Canguaretama. Foto: Maurício de Sousa/TV Ponta Negra

A polícia investiga o caso de uma égua de estimação que foi assassinada na Zona Rural da cidade de Canguaretama, a 77 km de Natal, no Rio Grande do Norte, nesta semana, e que desesperou o seu tutor, Wellinson Oliveira, uma criança de 12 anos, e acabou viralizando e comovendo a internet.

No vídeo, que circula nas redes sociais, é possível ver imagens do desespero do jovem se debruçando sobre a potra ao identificar que ela estava morta. Os familiares do menino também foram surpreendidos com o assassinato do animal.

De acordo com testemunhas, a égua foi assassinada com um tiro na cabeça e o principal suspeito seria um vizinho do garoto que não aceitava a presença do animal nas imediações de uma propriedade rural, no distrito de Piquiri.

Segundo familiares, era comum ver Wellinson Oliveira se divertindo com o animal. A potra foi um presente dos pais para o garoto que desde cedo é apaixonado por animais. Não há registro de quando de fato o animal foi executado com um tiro na cabeça.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um vaqueiro da cidade de Pedro Velho, município vizinho, se sensibilizado com a história, e doou um outro cavalo para o garoto. Além do novo potro, vaqueiros compraram também cabresto, ração e outros acessórios para o animal. Mesmo após ganhar um novo animal, o garoto enfatiza que jamais esquecerá da potra assassinada.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil o caso está sendo investigado pela delegacia de Canguaretama, responsável pela área. Em contato com o titular da unidade, o delegado José Cláudio afirmou apenas que diligências estão sendo feitas no intuito de encontrar o autor do crime.

A polícia não confirmou se há um suspeito pelo assassinato do animal. Mas, diante do gesto dos vaqueiros da região, o desenrolar dessa história poderá ser menos doloroso para o pequeno Wellinson que nesta terça-feira já deu alguns galopes com o novo companheiro.

Fonte: Ponta Negra News


Nota do Olhar Animal: Infelizmente o novo animal também continuará sendo explorado para montaria, talvez tração.