Mercado de testes de toxicidade in vitro cresce devido à consolidação dos direitos dos animais

Mercado de testes de toxicidade in vitro cresce devido à consolidação dos direitos dos animais

Tradução de Marli Vaz de Lima

A empresa de pesquisas Transparency Market Research (TMR) publicou um relatório de pesquisa intitulado ‘Mercado de Teste de Toxicidade In Vitro – Tamanho, Participação, Tendências, Análises e Projeções da Indústria Mundial – 2012 a 2018’. O relatório narra os acontecimentos que ocorreram no mercado mundial de testes de toxicidade in vitro desde o final da década passada. Ele então apresenta uma compilação de previsões que marcam o futuro do mercado até 2018.

O mercado mundial de testes de toxicidade in vitro está atualmente previsto para crescer a uma taxa de crescimento anual composta (do inglês CAGR) de 15,3% de 2013 a 2018. O mercado em 2011 valia US$ 1.518,7 milhões. De acordo com o relatório, a CAGR estimada deve levar o mercado a um valor de US$ 4.114,1 milhões em 2018. O relatório também demonstra a distribuição geográfica do mercado de testes in vitro, afirmando que a América do Norte foi a região dominante em 2011 com uma receita de US$ 589,2 milhões. No entanto, ele também diz que a região com o crescimento atual mais rápido nesse mercado é a Ásia-Pacífico. Os propulsores chaves para esse desenvolvimento rápido recente tem sido o crescimento econômico de nações emergentes e o crescente número de pessoas informadas e conscientizadas sobre a saúde.

mundo invitro1

O relatório explica como a crescente pressão sobre os laboratórios de testes para pararem de usar animais com propósitos de teste de toxicidade está conduzindo o mercado mundial de testes de toxicidade in vitro. Ele fornece declaradamente uma alternativa viável à experimentação animal que é relativamente inofensiva e mais eficaz. “Além do fato de que a experimentação animal será rapidamente proibida em todo o mundo”, disse um analista da TMR, “a outra razão que o mercado de testes de toxicidade in vitro está florescendo é seu alto custo-benefício. Vemos agora um grande número de empresas farmacêuticas mudando seu foco para os testes de toxicidade in vitro devido às muitas vantagens financeiras que ela oferece. “

O principal motivo para a ascensão da Europa no mercado de testes in vitro reside nos testes de produtos cosméticos. A proibição de testes em animais levou pesquisadores a aproveitar os testes de toxicidade in vitro para a avaliação dos efeitos da genotoxicidade (efeitos tóxicos sobre o material genético). Aproximadamente 40% desse mercado estava na América do Norte em 2010, totalizando US$ 526,9 milhões. A região continuou seu crescimento e domínio ao longo do período de previsão, mas acabará por ser ultrapassada pela Europa. Esta última está prevista para possuir a maior participação no mercado em 2018.

O relatório também lista os maiores participantes do mercado de testes in vitro e cria um perfil de empresa para cada um deles. A lista do relatório inclui Xenometrix, Sistemas de Detecção de Xenobióticos, Charles River Laboratories International Inc., Mattek Corporation, Covance Inc., Accelrys Software Inc., Gene Logic Inc., In Vitro Technologies, Inc. HTG e Bio-Rad Laboratories.

Para ver o relatório In Vitro Toxicity Testing Market – Global Industry Size, Share, Trends, Analysis And Forecast 2012 – 2018 completo (em inglês), acesse o link http://www.transparencymarketresearch.com/in-vitro-toxicity-testing-market.html

Fonte: Transparency Market Research

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.