Mergulhadores de Fernando de Noronha salvam badejo que vivia com cabo enroscado no corpo

Mergulhadores de Fernando de Noronha salvam badejo que vivia com cabo enroscado no corpo
O cabo estava ferindo o badejo (Fotos: All Angle/ Reprodução)

Um grupo de mergulhadores de formado por Ismael Escote, Zaira Matheus, Hugo Oliveira e Nayara Bucair executou com sucesso, nesse final de semana, uma missão que já tentaram outras vezes em Fernando de Noronha. A turma se uniu para cortar um cabo que estava enroscado próximo a cabeça de um peixe badejo por mais de um ano. “Era um sofrimento, é muito incomodo para o animal viver com um um cabo enrolado nas guelras”, falou a bióloga e mergulhadora, Zaira Matheus.

A ação foi realizada na região da Corveta, ponto de mergulho com 58 metros de profundidade. É neste local que o badejo é visto com frequência. “ A gente sempre via o badejo com aquele cabo, provavelmente fruto de uma tentativa de pesca. Para livrar o peixe do cabo usamos uma tesoura”, relatou o mergulhador Ismael Escote.

O cabo foi cortado com a tesoura

Não foi fácil fazer a aproximação para realizar o trabalho. Depois de inúmeras tentativas frustradas, Ismael aproximou-se do peixe e cortou o cabo. A operação foi festejada pelo grupo de mergulhadores e pelos amantes do meio ambiente.

A equipe comemorou o sucesso da operação

Por Ana Clara Marinho 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.