México apreendeu mais de 15.000 tartarugas a caminho da China

México apreendeu mais de 15.000 tartarugas a caminho da China

As autoridades mexicanas apreenderam mais de 15 mil tartarugas de várias espécies, quase todas vivas, no aeroporto internacional da Cidade do México, num embarque com destino à China, informou na terça-feira o Ministério Público Federal da Proteção Ambiental (Profepa).


Segundo o organismo público, a apreensão das tartarugas aconteceu durante uma inspeção da vida selvagem realizada pela Profepa, em colaboração com a Administração Geral das Alfândegas, a um carregamento de 158 embalagens de madeira.

Durante a inspeção, visando quantificar e identificar o número de espécimes, verificar a sua origem legal ou a existência de licenças de exportação para a China, as autoridades identificaram um total de 15.053 tartarugas de água doce.

Entre as tartarugas, cuja procedência legal não foi possível apurar, havia 260 mortas, algumas delas classificados como sujeitas a proteção especial e ameaçadas de extinção.

As autoridades de proteção ambiental do México apresentaram na Procuradoria-Geral da República (FGR) uma queixa pelo possível crime de tráfico de animais selvagens.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.