Ministério Público pede suspensão da transferência de animais do Zoobotânico de Teresina, PI

Ministério Público pede suspensão da transferência de animais do Zoobotânico de Teresina, PI
Foto: O Dia

A transferência dos animais do Parque Zoobotânico de Teresina deve ser imediatamente suspensa, recomendou o Ministério Público do Estado do Piauí em documento encaminhado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR). A promotora de Justiça Gianny Vieira de Carvalho alegou a idade avançada dos animais. 

“A eventual sedação para transporte dos animais em idade avançada pode gerar uma grande carga de estresse e agravar problemas de saúde. A maioria dos animais do Parque são resgatados, vítimas de maus tratos, frutos de operações policiais, sendo estes totalmente dependentes de seus tratadores, não possuindo condições de independência fora do parque”, disse a promotora.

Para Gianny Vieira defende que haja análises para adaptação, avaliação da condição física, peso, condição do jejum pré transporte, bem como a avaliação técnica de novo local para readaptação, perícias técnicas por profissionais qualificados, como médicos veterinários, zootecnistas e biólogos, ante da remoção dos animais. 

O Ministério Público justificou também que o parque é alvo e uma disputa entre SEMAR e da Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) que ofertará o Zoobotânico para PPP.

“Inexiste plausibilidade em não se proceder à reforma e manutenção necessárias do Parque Zoobotânico, além da determinação apresentada pela SEMAR para a retirada dos animais de forma abrupta, sem debate público e, principalmente, sem os devidos estudos, cuidados, análises e pareceres dos técnicos da Universidade Federal do Piauí, que atuam em pesquisas no estabelecimento”, pontuou a promotora.

Por Otávio Neto

Fonte: Portal o Dia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.