Ministro turco anuncia punição para abandono de animais de estimação

Ministro turco anuncia punição para abandono de animais de estimação
Imagem ilustrativa.

Uma nova lei de direitos dos animais na Turquia proibirá a venda de gatos e cães em pet shops e punirá aqueles que abandonarem seus animais nas ruas, disse um ministro.


“Para prevenir um aumento no número de animais de rua, queremos impor penalidades para aqueles que abandonam seus animais nas ruas”, disse Bekir Pakdemirli, Ministro da Agricultura e Florestas da Turquia, em um workshop na Instituição Ombudsman em 24 de janeiro, sobre como resolver o problema dos animais nas ruas.

“O trabalho do nosso ministério continua a fazer alterações na relevante lei para impor penalidades àqueles que são violentos com os animais”, ele acrescentou.

O ministro expressou que animais vacinados e castrados que foram adotados da prefeitura eram abandonados nas ruas de novo.

De acordo com os números que Pakdemirli forneceu, há aproximadamente 800.000 animais abandonados que não foram reabilitados na Turquia.

234 abrigos para animais, que abrigam 86.500 animais no total, foram implantados pelas prefeituras, Pakdemirli disse.

“O Ministério da Agricultura e Florestas forneceu um apoio financeiro de 31 milhões de liras turcas (pouco mais de R$ 41 milhões) para 61 municípios em nove anos”, o ministro declarou.

Quando indagado sobre se os municípios seriam punidos pelas condições dos abrigos animais, Pakdemirli disse que, quem quer que seja culpado, será punido.

O ministro também reforçou que os abrigos de animais não são adequados para a natureza destes, não importa quanto conforto forneçam.

“Nós não queremos construir prisões para os animais. Nos esforçaremos para ficar longe disso”, ele acrescentou.

Dentro de um período de 11 anos, muitos foram penalizados com multas que já chegam a 9.151.700 liras turcas (cerca de R$ 6,4 milhões) por violência contra animais, de acordo com o ministro.

O projeto de lei de direitos dos animais, lançado em abril de 2018, busca sentenças de prisão para perpetradores que torturem, matem ou maltratem sexualmente os animais.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Daily News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.