Monitoramento flagra 129 passagens de animais silvestres em pontos de travessia da rodovia Assis Chateaubriand, em SP

Monitoramento flagra 129 passagens de animais silvestres em pontos de travessia da rodovia Assis Chateaubriand, em SP
Lobo-guará flagrado em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP

Em três meses de monitoramento, a concessionária Eixo SP identificou 129 passagens de animais silvestres em 14 pontos de travessia na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), entre Presidente Prudente (SP) e Martinópolis (SP).

Conforme a concessionária, o monitoramento será constante e tem como finalidade avaliar a utilização dessas travessias pelos animais. Com essas informações, será analisada a efetividade das passagens e fornecerá subsídios para pesquisas científicas.

Jaguatirica flagrada em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP
Jaguatirica flagrada em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP

Entre os animais silvestres flagrados nos pontos de travessia estão: onça-parda, jaguatirica, lobo-guará, veado-mateiro, veado-catingueiro, lontra e tamanduá-bandeira, que estão na relação das populações vulneráveis, em perigo e criticamente em perigo, de acordo com o Decreto Estadual 68.853/18. Além disso, foram feitos 50 registros de animais domésticos no mesmo período.

Ao todo, a Eixo SP conta com 35 pontos de travessia de animais silvestres. O monitoramento das passagens de fauna ocorre desde o início da concessão, em junho de 2020. Desde então, foram registradas mais de 6 mil travessias. Inicialmente, somente as passagens de fauna da Rodovia Assis Chateaubriand, no trecho entre Itirapina (SP) e Dois Córregos (SP), eram monitoradas. Agora, a concessionária passa a monitorar também a movimentação dos animais nas passagens instaladas na via.

Onça-parda flagrada em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP
Onça-parda flagrada em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP

Segundo o coordenador de Meio Ambiente da Eixo SP, Gabriel Bispo, as passagens oferecem uma condição segura para que os animais atravessem de um lado para o outro da rodovia. Portanto, são meios que ajudam a prevenir atropelamentos e contribuem para garantir a segurança viária da rodovia, protegendo tanto a vida selvagem quanto os usuários.

“O objetivo dessa nova fase de monitoramento é ampliar o conhecimento sobre a fauna na região de atuação da Eixo SP e analisar a efetividade das travessias, sempre com foco em reduzir as colisões entre os veículos e os animais”, afirmou o coordenador.

De acordo com a técnica de Meio Ambiente da concessionária, Nádia Elisa Gonçalves, a Eixo SP tem projetos para instalação de novos pontos de travessia de fauna em breve. Serão aproximadamente mais 30 novas passagens que serão implantadas nos próximos meses durante as obras de duplicação e ampliação das rodovias Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Washington Luís (SP-310), Prefeito Homero Severo Lins (SP-284) e Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304). A definição dos locais para implantação das passagens de fauna é feita com base em levantamentos de registros da presença de animais silvestres no trecho.

Veados-mateiros flagrados em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP
Veados-mateiros flagrados em um dos pontos de travessia da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) — Foto: Eixo SP

Fonte: g1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.