Morador de Iepê (SP) é multado em R$ 5 mil por manter arara-canindé em cativeiro

Morador de Iepê (SP) é multado em R$ 5 mil por manter arara-canindé em cativeiro
Idoso disse que ganhou a arara-canindé em 1988. — Foto: Polícia Ambiental

A Polícia Militar Ambiental multou em R$ 5 mil um homem de 70 anos, em Iepê, que mantinha uma arara-canindé em cativeiro. Segundo a corporação, a ocorrência foi registrada nesta segunda-feira (14).

Os policiais foram até a casa do idoso após uma denúncia. No local, o morador permitiu a entrada da equipe e acompanhou a vistoria. A ave foi localizada no quintal da residência e o homem afirmou que cuida da arara-canindé desde 1988 e que foi presente de um conhecido.

Arara-canindé foi localizada em um casa, em Iepê. — Foto: Polícia Ambiental

A corporação ressaltou que a ave não apresentava sinais de maus-tratos, e tinha abrigo, água e alimentação disponíveis. Como não apresentou nenhuma documentação ou autorização para manter a arara em cativeiro, o homem foi autuado por ter em cativeiro ave da fauna silvestre sem autorização do órgão competente conforme Artigo 25, Parágrafo 3º, Inciso III da Resolução SMA Nº 48/2014.

“Cabe salientar que como essa espécie de ave está ameaçada de extinção conforme Anexo I do Decreto 63.853/2018, a multa foi no valor de R$ 5 mil”, explicou a Polícia Ambiental.

A arara-canindé foi depositada provisoriamente com o envolvido.

Arara-canindé foi localizada em um casa, em Iepê. — Foto: Polícia Ambiental

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.