Morador de rua morre e cão não arreda pé do lado do corpo do amigo

Morador de rua morre e cão não arreda pé do lado do corpo do amigo
Cachorro não saiu ao lado do corpo do amigo morador de rua. (Foto: Minuto Pet)

Um morador de rua, conhecido como ‘Portuga’ e muito querido na Rua Professora Fábio de Souza, no bairro Santa Quitéria, em Curitiba, PR, morreu de causas naturais na tarde desta sexta-feira (2). No local da fatalidade, uma cena chamou a atenção das pessoas passavam. O cachorro amigo do sem teto não arredava pé do lado do corpo. O cão só saiu após a chegada dos órgãos competentes para formalização do registro do óbito. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba para exame de necropsia.

Como forma de expressar respeito ao morador de rua falecido, de aproximadamente 65 anos, moradores em imóveis na Rua Professora Fábio de Souza mantiveram contato o portal Banda B para tentar evitar que ele seja sepultado como indigente.

“Segundo o que estavam falando lá, ele veio de Portugal para cá e era chamado de ‘Portuga’. Ninguém o conhecia por outro nome”, relatou a internauta Juliane Brandt.

Grande amigo

De acordo com Juliane, o cachorro tinha um tutor, mas o morador de rua era seu grande amigo. “O cachorro tinha um tutor, mas volta e meia ele fugia para ficar com o morador de rua e uns dias depois o tutor voltava buscar. Hoje quando o tutor ficou sabendo veio buscar o cachorro”, contou.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.