Morador de rua morre em Curitiba (PR) e cão não o abandona

Morador de rua morre em Curitiba (PR) e cão não o abandona

Homem de 40 anos foi encontrado morto por amigos na manhã desta sexta-feira (07). Cachorro ficou ao lado do corpo e seguiu carro do IML por várias quadras.

Uma história triste com final mais triste ainda. Um morador de rua foi encontrado morto pelos amigos na manhã desta sexta-feira (7), no bairro Hauer, em Curitiba. Alexandre Abel Gonçalves Ferreira ia completar 40 anos no próximo dia 21 e morreu enquanto dormia embaixo de uma marquise na Avenida Marechal Floriano Peixoto, em frente à Rua da Cidadania. A Guarda Municipal foi acionada e tudo indica que a morte foi natural causada em razão do alcoolismo. O cachorro dele, chamado Lemão, ficou ao lado do corpo o tempo todo, na hora do recolhimento pelo Instituto Médico Legal (IML), continuou seguindo o carro por várias quadras.

Um dos amigos, também morador de rua, Emerson Laufer, contou que o médico já havia proibido Alexandre de continuar bebendo, mas ele não conseguiu parar. “Ele já vinha passando mal e o médico do posto proibiu ele de beber. Disse que se continuasse ia morrer, mas ele continuou bebendo e ontem passou muito mal. Foi ao posto de novo e foi liberado. Daí hoje a gente foi acordá-lo e já encontramos ele morto. Muito triste”, contou Emerson.

O amigo disse ainda que chegou a tentar afastar o cão de perto do corpo, mas ele sempre voltava. “O cão é muito amigo dele. Os dois andavam juntos por tudo e até dividiam a comida. Acho que ele sabe que o dono dele foi embora”, completou.

O corpo foi recolhido para o IML até que alguém da família apareça para a identificação oficial. Se ninguém aparecer, o morador de rua será enterrado pela prefeitura de Curitiba.

Fonte: A Rede (com Informações da Rádio Banda B)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.