Morador é multado em R$ 6 mil por maus-tratos em Catanduva, SP

Morador é multado em R$ 6 mil por maus-tratos em Catanduva, SP

Cão estava debilitado, desnutrido e com paralisia.

Por Cíntia Souza

SP MonteLibano maus tratos

Um morador do bairro Monte Líbano foi multado em R$ 6 mil por supostamente maltratar um cão em Catanduva. A informação é da Polícia Ambiental da cidade. O tutor do animal foi multado na última segunda-feira (13) em R$ 3 mil, mas como o cão morreu na noite do mesmo dia, valor da penalidade dobrou.

Segundo informações do Tenente Luiz Octávio Cavalheiro, do Segundo Pelotão da 4ª Companhia da Polícia Ambiental, duas protetoras, (Naiara Fonseca e Daniela Faria) entraram em contato com os policiais, falando que recolheram um animal com sinais de maus-tratos. O animal foi levado para uma clínica onde recebeu tratamento médico. “Procuramos as protetoras que nos disseram que encontraram o animal debilitado, em péssimas condições. O dono do animal autorizou as protetoras a levarem o cão e alegou que não tinha condições para tratar do animal”, disse Cavalheiro.

O cão recebeu o nome de Lucky, chegou na clínica veterinária na última sexta-feira (10) com hipotermia (diminuição na temperatura normal do corpo), mucosas hipocoradas (quando não apresenta coloração), caquexia (extremo enfraquecimento), desidratação e outros sinais, inclusive desnutrição. Os registros do animal também apontavam paralisia com causa desconhecida, o que provocou úlceras na pele, ocasionadas pelo cão ficar durante muito tempo em uma mesma posição.

Conforme Naiara explica, ela e a outra protetora chegaram até o animal depois de receberem uma foto de um anônimo. “Fomos até o local averiguar se era verdade, recolhemos o animal e entramos em contato com a Polícia Ambiental”, disse Naiara.

O animal não respondeu ao tratamento, devido ao ato grau de debilitação. “Como a multa já foi feita e o agravo ocorreu depois de aplicarmos a multa, no dia em que ele vier até a base o valor já estará dobrado, devido à morte do animal”, disse o tenente.

Crueldade na região

Em maio deste ano, dois filhotes de cachorro foram encontrados jogados dentro de uma sacola plástica no rio Três Pontes em Novo Horizonte. Ocaso foi divulgado nas redes sociais. Os pescadores levaram os filhotes até uma clínica veterinária da cidade, receberam tratamento e foram encaminhados para a casa de um voluntário. Os animais seriam encaminhados para a adoção. 

Fonte: O Regional

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.