Morador só aceitou resgate quando pode carregar junto os sete cães da família

Morador só aceitou resgate quando pode carregar junto os sete cães da família

Rio Gravataí atinge uma das pistas da Avenida Assis Brasil e deixa famílias isoladas no limite entre Cachoeirinha e Porto Alegre.

RS Cachoeirinha resgate caes

Ilhado pelo transbordamento do Rio Gravataí, o operador de máquinas Pedro Ramos, 45 anos, que mora no número 11.011 da Avenida Assis Brasil, no limite entre Porto Alegre e Cachoeirinha, precisou deixar a casa pela primeira vez em dez anos. Mas ele só saiu quando teve a certeza de que levaria junto os sete cães da família.

Na tarde desta segunda-feira, depois de ver os dois filhos retirados da casa invadida pela água, Pedro saiu com os animais de estimação num barco da Defesa Civil. Ele precisou ser puxado por um voluntário de jet-ski até a margem da avenida, no sentido Porto Alegre-Cachoeirinha. Foram quase 2h para resgatar os quatro moradores da família devido à força da correnteza.

RS Cachoeirinha resgate caes 2

— Em outras enchentes, não tão grandes como esta, ele não saiu. O pai não sairia de casa se os cachorros não fossem socorridos — contou a secretária Yasmin Ramos, 22 anos, filha de Pedro e a primeira a ser resgatada.

Com a ajuda da voluntária Flávia Motta, da Associação Patas da Fé, os cães foram colocados em caixas especiais para transporte e levados à empresa onde Pedro trabalha.

A família se dividiu: Pedro, a mulher, Vera, 46 anos, e o filho Manoel, 19 anos, foram para a casa de um familiar na mesma cidade. Yasmin ficará na casa de um irmão, em Canoas.

No mesmo local onde vivem os Ramos, um antigo sítio transformado em lotes, outras dez famílias estão ilhadas. Na casa de dois pisos do construtor civil Raules Fonseca, 64 anos, 20 pessoas estão alojadas. De barco, Raules ajudou familiares a deixarem o local. Mas ele não pretende sair, pois teme arrombamentos e furtos à noite.

— Em 64 anos, minha casa nunca tinha entrado água. Hoje, ela subiu muito rápido e já tem quase um metro dentro de casa — comentou.

RS Cachoeirinha resgate caes 3

Na Avenida Assis Brasil, no sentido Porto Alegre-Cachoeirinha, a menos de 100 metros da ponte que liga as duas cidades, a água havia chegado no canteiro que divide a avenida, por volta das 17h. O trecho está isolado desde às 11h30min desta segunda-feira. As alternativas para chegar a Cachoeirinha são a Free-Way e para Rua Santos Ferreira, em Canoas.

A chuva que castigou gaúchos na semana passada retornou com força na madrugada de domingo e não dá trégua nesta segunda-feira. Um temporal atinge cidades do Estado desde as primeiras horas do dia — houve, inclusive, queda de granizo em Porto Alegre, Guaíba, e Rio Pardo.

Na Capital, a chuva da madrugada chegou a 66 milímetros em parte da cidade (mais da metade da média histórica para todo mês, que é de 121,7 milímetros).

Fonte: ZH 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.