MS caarapo proteção animal H

Moradores de Caarapó (MS) criam a primeira “Associação de Proteção Animal” da história da cidade

MS caarapo proteção animal

Uma cidade onde nunca antes havia leis de proteção animal, começa a ganhar rumos diferentes. Na última terça-feira (12), o município de Caarapó (MS) realizou a primeira reunião da APAC (Associação de Proteção Animal de Caarapó) no prédio do Sindicato Rural.

Segundo os membros, a ideia de instituir uma associação de proteção animal na cidade surgiu do amor incondicional para com eles. E da problemática da superpopulação de cães e gatos em situação de rua, que causam danos aos moradores e aos próprios animais. Ainda segundo os organizadores, muitos animais foram acolhidos por pessoas que se sensibilizam, mas esses atos estão longe de ser a solução da cidade. Até porque a população de gatos cresce a cada dia.

Frente a isso, um grupo de professores, comerciantes e outras pessoas, resolveram se unir e instituir a APAC. Durante a reunião, decidiram o slogan da Associação, a confecção de adesivos e como as primeiras receitas serão totalmente destinadas para a realização de castrações. A associação também conta com o auxílio de dois veterinários da cidade.

Os responsáveis pela Associação afirmam que estão confiantes e muito satisfeitos com o apoio que estão recebendo de empresários e cidadãos, bem como do poder público municipal, que se mostrou totalmente aberto a se tornar parceiro da causa.

As primeiras arrecadações serão feitas através da venda dos adesivos, para isso a Associação conta com o apoio de diversas empresas. E as castrações serão adotadas para os casos mais urgentes. A APAC também conta com o auxílio do Corpo de Bombeiros do município, pela disposição em ajudar no resgate de animais em situação de abandono.

Aos poucos meses de existência, a Associação vem mudando a história da cidade e somente no mês de janeiro, vários animais foram castrados e retirados da situação de abandono e receberam atendimento veterinário.

Referência

Fonte: 24 Brasil

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.