Moradores de Linhares, ES, denunciam envenenamento de cães e gatos

Moradores de Linhares, ES, denunciam envenenamento de cães e gatos

Ao menos 10 animais do bairro Santa Cruz, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, foram mortos por envenenamento nas últimas semanas. Na noite dessa segunda-feira (22), uma audiência pública discutiu o que pode ser feito para diminuir os maus-tratos de animais no município. A Polícia Civil não informou se está investigando a morte dos animais.

Vídeo: Animais estão morrendo em Linhares, ES, e a suspeita é de envenenamento.

Os moradores acreditam que ao menos sete cães e três gatos tenham sido mortos por envenenamento. Uma delas foi a rottweiler Shakira do comerciante Amilton Silva. Ele contou que a cadela fazia a segurança do material de construção dele quando foi encontrada morta sobre um pilha de blocos de concreto.

“Minha esposa foi a primeira pessoa que encontrou ela ensanguentada, babando muito. Ela morreu nos braços da minha esposa. Está acontecendo uma onda de envenenamentos aqui no bairro, foram vários envenenados”, relata o comerciante.

Desde então, Amilton mantém o outro cachorro da família, o Thor, dentro de uma casinha por medo que ele seja envenenado também.

A dona de casa Giliane Matos mora em frente ao depósito. Ela teve três cães mortos e tenta impedir que os dois gatos que sobrevivem saiam de casa para não sofrerem com a maldade.

“Eu fiquei muito triste e fiquei até uma semana sem me alimentar direito, porque eu gostava muito deles. Eu estou com medo e segurando meus gatos para eles não irem para rua”, contou.

ONG pede ação contra maus-tratos de animais em Linhares, no Norte do ES. — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

A coordenadora de um Organização Não Governamental (ONG) de proteção aos animais, Roziane Scandian, estima que ao menos 4 mil animais estejam abandonados no município. Ela defende a criação de uma diretoria de bem estar animal para diminuir os maus-tratos e a criação de leis específicas.

Uma audiência pública para discutir o que pode ser feito em relação a crueldade com os animais foi feita na noite de segunda-feira (23). A Polícia Civil não informou se está ou não investigando a morte dos animais e disse que recebe as denúncias pelo telefone 181.

Fonte: G1
 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.