Moradores de Petrolina (PE) denunciam caso de gatos queimados vivos

Moradores de Petrolina (PE) denunciam caso de gatos queimados vivos
Caso aconteceu no bairro Rio Corrente. Foto: WhatsApp/Reprodução

A véspera de Natal em Petrolina foi marcada por uma denúncia envolvendo maus-tratos de animais. Uma imagem que circulou em grupos de WhatsApp mostra uma estrutura de metal carbonizada com um trecho embaçado de um corpo de um filhote. Trata-se de um de três gatos que teriam sido queimados vivos. O caso teria acontecido na Rua 21 do bairro Rio Corrente, na zona oeste do município.

Não foi o primeiro episódio envolvendo a morte em massa de felinos em Petrolina. No dia 15 de junho, no bairro de São Gonçalo, pelo menos 10 gatos foram mortos envenenados. Moradores registraram os animais espumando pela boca. No dia 20 de março, no bairro de Areia Branca, outros sete gatos morreram apresentando os mesmos sintomas.

A orientação do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Petrolina é que algum morador faça um boletim de ocorrência na polícia e denúncia junto ao Ministério Público. Só eles têm poder para investigar. De acordo com o artigo 32 da Lei Federal 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais), matar e/ou maltratar animais é crime com pena de detenção de três meses a um ano, além de multa. Denúncias podem ser encaminhadas à polícia, através do 190.

Fonte: OP9

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.