Vira-lata Robson com medicamento nos ferimentos, em Trindade, Goiás — Foto: Weldis de Sá/Arquivo pessoal

Moradores denunciam que cachorros estão sendo mutilados em Trindade, GO

Moradores dos bairros Samarah e Vila Pai Eterno, em Trindade, afirmam que alguns cachorros da cidade têm sido cortados e mutilados. Só no último mês, ao menos quatro cães apareceram com cortes profundos em formatos e regiões semelhantes do corpo. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com o delegado André Fernandes, titular da 16ª Delegacia Regional de Trindade, as investigações apontam que as agressões têm sido praticadas por uma mesma pessoa.

VÍDEO: Moradores denunciam que cachorros estão sendo mutilados em Trindade

O primeiro episódio observado pelos moradores aconteceu há cerca de um mês. Um cachorro vira-lata, de aproximadamente um ano e meio, surgiu com um corte grande em volta do pescoço, além de cortes perto da pata traseira e na coluna.

Segundo o dono dele, o mecânico Weldis Silva de Sá, o cachorro, chamado Robson, havia saído para passear pela manhã. Cerca de duas horas depois ele surgiu no portão de casa extremamente machucado. Weldis levou o cão a uma clínica veterinária, onde o animal recebeu 112 pontos. Mesmo com o atendimento médico, Robson não resistiu aos ferimentos e faleceu no dia seguinte.

Inicialmente, o mecânico achou que o cachorro tivesse sido atropelado ou mordido por algum animal grande, mas, segundo ele, o veterinário que examinou o vira-lata disse que os ferimentos aparentavam ter sido feitos com algum objeto cortante.

“No começo achamos que era algum atropelamento ou ataque de pitbull. Só depois que o veterinário comentou do objeto cortante e ficamos sabendo de outros casos na região que tivemos certeza que alguém tinha cortado ele”, explicou.

Casos semelhantes

Cerca de duas semanas após os ferimentos e morte do cachorro de Weldis, o cão de um amigo dele, também morador da região, apareceu com o mesmo tipo de ferimento. O autônomo Fernando Souza de Araújo conta que o cachorro dele, um vira-lata chamado Bob, foi cortado durante a madrugada de 17 de junho.

Segundo Fernando, o cachorro estava dentro de casa com o portão trancado quando a família foi dormir. Ao amanhecer, o autônomo percebeu que Bob estava bastante ferido.

“Acho que tentaram passar ele pela tela do portão, porque ele estava esfolado. Acredito que usaram um estilete ou uma espécie de bisturi, algo cortante mesmo. Tirou o couro e deixou na carne viva”, disse.

Bob com corte no pescoço, em Trindade, Goiás — Foto: Fernando Souza/Arquivo pessoal
Bob com corte no pescoço, em Trindade, Goiás — Foto: Fernando Souza/Arquivo pessoal

Além de Bob, foram registrados na polícia outros dois casos de cachorros que apareceram com cortes similares, todos no último mês. De acordo com os moradores, esse número é maior – cerca de seis cães mutilados no mesmo período.

De acordo com o delegado André Fernandes, os casos configuram maus tratos a animais, crime que prevê até um ano de detenção.

Denúncia

Foi após uma denúncia nas redes sociais que o caso ganhou repercussão. A fundadora e presidente da ONG Recantos Anjos Peludos, Lucíola Cascão Oliveira, foi quem divulgou sobre os cães machucados.

Ela também foi até Trindade para visitar os animais. Ao ver o estado que Bob se encontrava, ela decidiu leva-lo a uma clínica veterinária para ser operado.

“Ele estava com o pescoço todo retalhado. Quando o vi, percebi que ele estava muito debilitado, corria o risco de não sobreviver. Na clínica ele passou por cirurgia, levou 49 pontos e foi castrado também, até para tirar o tecido morto do pênis, onde ele também foi cortado”, explicou.

Bob durante sessão de tratamento após ser cortado em Trindade, Goiás — Foto: Arquivo pessoal
Bob durante sessão de tratamento após ser cortado em Trindade, Goiás — Foto: Arquivo pessoal

Segundo a presidente da ONG, os cachorros mutilados são mansos e dóceis. Ela acredita que o suspeito tenha se aproveitado disso para agredir os animais sem ser machucado por eles.

“É uma situação muito triste. O suspeito pega o cachorro, corta o pescoço, o pênis e a coxa dele. Todos os cães possuem machucados desse tipo”, disse.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.