Moradores flagram jacarés no Rio Capibaribe em Toritama, no Agreste pernambucano

Moradores flagram jacarés no Rio Capibaribe em Toritama, no Agreste pernambucano

Animais foram vistos na ponte que dá acesso ao município pernambucano. Répteis são da espécie jacaré-de-papo-amarelo, segundo ambientalista.

Moradores de Toritama, no Agreste de Pernambuco, flagraram dois jacarés nesta terça-feira (6) no Rio Capibaribe. De acordo com o mestre em gestão e políticas ambientais, João Domingos, os animais são da especie jacaré-de-papo-amarelo e têm pelo menos 1 metro de comprimento. Os répteis podem ser vistos por quem passa pela ponte que dá acesso ao município.

Domingos explicou que a presença dos jacarés é comum no Rio São Francisco e em rios que banham a Região Metropolitana do Recife. “Aqui [em Toritama], muito possivelmente, tenha acontecido ou uma dispersão de espécie ou uma soltura ou uma fuga de um cativeiro”, explicou o ambientalista. Ele recomendou que as pessoas não devem alimentar e nem manter contato com os animais.

PE Toritama moradores flagram jacares Rio Capibaribe2A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) informou por meio de nota que a remoção dos animais não poderá ser realizada porque eles estão no habitat natural. “Os jacarés não costumam se afastar muito dos cursos d’água e adentrar nos imóveis particulares ou nos espaços públicos, a não ser que a população local esteja alimentando-os, o que deve ser evitado”, disse a CPRH.

A recomendação da CPRH é que os moradores não capturem os jacarés porque podem ser punidos por crime ambiental, que pode resultar em pena de seis meses a um ano de detenção e multa de R$ 500 por animal.

A Agência informou que em caso de riscos, o Corpo de Bombeiros devem ser acionados. O telefone da Unidade de Gestão de Fauna da CPRH é (81) 3182-8905 e funciona de segunda à sexta, das 8h às 17h.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.