Morre bebê morsa resgatada que precisava de abraços constantes

Morre bebê morsa resgatada que precisava de abraços constantes

Uma morsa bebê que exigia abraços 24 horas por dia depois de ser resgatada de um campo de petróleo no Alasca morreu tragicamente. Acredita-se que ele tenha cerca de 1 mês de idade.

“Estamos com o coração partido em compartilhar que o filhote de morsa admitido no ASLC Wildlife Response Program em 1º de agosto de 2023 faleceu esta manhã depois que sua condição piorou”, disse o Alaska SeaLife Center (ASLC) em um comunicado na sexta- feira . .

O filhote, encontrado a quilômetros do oceano em North Slope, no Alasca, vinha sofrendo “uma série de sérios problemas de saúde”, incluindo má absorção de nutrientes, de acordo com o ASLC.

O diretor de saúde animal da organização relatou que o bebê marrom e de pele enrugada também lutou contra hipoglicemia e problemas gastrointestinais nas horas que antecederam sua morte.

“Embora nossas equipes de cuidados com os animais tenham trabalhado incansavelmente para fornecer tratamentos intensivos 24 horas por dia, nunca saindo de seu lado, o bezerro acabou sucumbindo à sua condição”, continuou o comunicado do ASLC.

As morsas jovens dependem de suas mães nos primeiros dois anos de vida.

O ASLC, com sede em Seward, alimentou a morsa com mamadeira e deu-lhe contato físico quase constante.

Um exame de sua morte está planejado para os próximos dias.

“Embora muitas vezes gratificante, o resgate da vida selvagem é inerentemente imprevisível e traz consigo a possibilidade de grandes perdas. Para aqueles que dedicam suas vidas a cuidar dos animais, esta é a parte mais difícil do trabalho”, disse o ASLC.

Não está claro como a morsa acabou a cerca de 4 milhas do mar de Beaufort, no extremo norte do Alasca. Nenhuma outra morsa foi encontrada nas proximidades.

Ele foi a primeira morsa do ASLC em quatro anos e apenas a décima em seus 25 anos de história.

Em 2012 , uma morsa de 15 semanas resgatada no Alasca foi enviada para o Aquário de Nova York no Brooklyn para se recuperar.

Na época, Mitik se juntou a outras duas morsas no aquário de Coney Island, Nuka, de 30 anos, e Kulu, de 17 anos.

Por Diego Sousa

Fonte: IstoÉ