Morre cão resgatado após ter sido jogado vivo em ‘cova’ em Registro, SP

Morre cão resgatado após ter sido jogado vivo em ‘cova’ em Registro, SP

Cachorro foi resgatado por integrantes do Grupo de Proteção aos Animais. Rapaz que se negou a enterrar o cão diz que não conhece o tutor do animal. 

O cachorro que foi salvo após ter sido encontrado vivo em uma ‘cova’ morreu na tarde desta quarta-feira (2) em Registro, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo. O cão foi resgatado no domingo (30) por integrantes do Grupo de Proteção aos Animais (GPA). O responsável pelo crime, que é o próprio tutor do animal, ainda não foi identificado. 

Após ter sido salvo, o cachorro foi levado para uma clínica própria do GPA, onde recebeu os primeiros atendimentos. Ele ficou em observação e foi medicado pelos veterinários, mas não resistiu e morreu por volta das 16h desta quarta-feira.

O caso ocorreu no bairro Jardim Paulistano. De acordo com o depoimento de Márcia Colla, presidente do GPA, um rapaz que trabalhava em um terreno baldio atendeu ao pedido de um desconhecido para abrir uma cova no local e enterrar um animal que estaria morto. Entretanto, o rapaz acabou se surpreendendo ao constatar que o cão, na verdade, estava vivo.

Ao notar a intenção do tutor do animal, o rapaz se negou a realizar o serviço e acionou o Grupo de Proteção aos Animais. “Nós o encontramos já dentro da cova, com bicheiras, um forte mau cheiro e extremamente magro. Após banho, remédios, água e dois pratos de comida, o cachorro começou a andar, para emoção de todos que acompanharam seu resgate”, afirmou Márcia.

O rapaz que se negou a enterrar o cachorro não conhece o dono do animal. De acordo com Márcia, as buscas por ele já começaram. Até o momento, o suspeito ainda não foi localizado.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.